Opinião

A Bundesliga na mudança do ano

Jan 08, 2016
Alexandre Andrade

Foto de capa: RSC Darmstadt (Facebook)

Alexandre Andrade chegou esta época ao Darmstadt e é o segundo melhor marcador do principal campeonato germânico, para além de ser o treinador da equipa feminina do clube.

Até ao momento, o campeonato alemão está com algumas surpresas. Este campeonato divide-se em três grupos. Os candidatos ao título, os clubes que lutam pelas competições europeias e os clubes que lutam pela permanência. Relativamente ao primeiro grupo, inicialmente esperava-se que fosse o SK Germania Herringen e o ERG Iserlohn a lutar pelo primeiro lugar. No entanto, o RESG Walsum intrometeu-se na luta. Este clube reforçou-se bem para esta época e o resultado está à vista.

Estão cumpridas 12 jornadas de uma primeira fase onde participam 11 equipas.

Neste momento está o Herrigen em primeiro, com 28 pontos, em igualdade pontual com o Walsum. O Iserlohn aparece na terceira posição com 26. Na minha opinião, são estes os três grandes candidatos ao título. Depois, relativamente ao segundo grupo temos 5 equipas que ocupam, respectivamente, os lugares seguintes: TuS Düsseldorf-Nord (21 pontos), RSC Cronenberg (17), RSC Darmstadt (16), IGR Remscheid (12) e SC Bison Calenberg (8).

Este grupo de luta pelas competições europeias é composto por equipas de valor muito semelhante. Provavelmente, só o Dusseldorf terá condições para disputar o título nos play-offs. Ainda assim, penso que qualquer uma destas equipas terá uma palavra a dizer, visto que até agora têm feito um campeonato regular e dentro das expectativas. Neste grupo, umas das desilusões é o Calenberg, que conta com o melhor marcador da última temporada, e que não se esperava que nesta altura tivesse tão poucos pontos.

O Darmstadt de Alexandre Andrade, sob orientação técnica do também português Hugo Gaidão, é o actual sexto classificado da Bundesliga, lugar que dá acesso ao play-off de decisão do título.

Por fim, para o último grupo, restam três equipas: HSV Krefeld (7 pontos), RHC Recklinghausen (3) e Valkenswaardse RC (3). Neste grupo, as equipas estão a realizar o campeonato que se previa, sem grandes expectativas. Apesar disso, podem ter um papel importante, pois jogar no pavilhão deles nunca é fácil e pode haver surpresas. Aqui na Alemanha acontecem muitas.

Lucas Karschau, internacional alemão, é para Alexandre Andrade o melhor jogador do campeonato

Nos melhores marcadores, para mim a grande surpresa este ano é o Kevin Karschau, do Herringen. Nesta altura não se pensava que o mais velho dos irmãos Karschau tivesse tantos golos, 31, mais 10 que o segundo melhor… eu.

Milan Brandt (Calenberg) e Daniel Kutscha (Dusseldorf) têm 20 golos e fecham o pódio.

O cinco ideal

Patrick Glowka (guarda-redes, ERG Iserlohn) – É o titular da selecção alemã, sempre muito seguro. Já se esperava que se destacasse dos demais.

Lukas Karschau (SK Germania Herrigen) - Pelos golos que já marcou e por ser o organizador de jogo do Herrigen. É o melhor jogador do campeonato.

Sérgio Pereira (ERG Iserlohn) – Muito seguro nas decisões que toma, é o organizador de jogo do Iserlohn. Coloca sempre muita intensidade no jogo. Quando sai a equipa não joga tão bem.

O luso-germânico Sérgio Pereira é uma das figuras da Bundesliga

Felix Bender (RSC Darmstadt) – É um defesa de grande qualidade, antigo capitão da selecção alemã. É o organizador de jogo do Darmstadt.

Felipe Sturla (RESG Walsum) – É um estreante na Bundesliga que tem surpreendido. Jogador muito rápido, com grande técnica e um excelente remate. É o melhor jogador do Walsum.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade