Notícia

Agora, a eliminar

Jul 14, 2016

Com o encerramento da fase de grupos, está definido o quadro de jogos da fase final.

Portugal fechou com a maior goleada até ao momento, batendo a Áustria por 14-1. O primeiro lugar do grupo B já estava definido e o adversário nos quartos-de-final será a Inglaterra.

Tal como a Áustria, a Inglaterra tem também cunho português. José Carlos Amaral é o mentor do hóquei inglês há vários anos e neste Europeu conta com Vítor Pereira (ex-Sanjoanense e futuro Cambra) como adjunto. Pedro Lourenço completa o trio luso da equipa técnica de Inglaterra.

Thomas Allander

Melhor que em competições anteriores, a Inglaterra entrou com uma derrota pesada frente à Itália (1-8) mas, pese não ter conseguido vencer, esteve na disputa do resultado frente à França (2-0) e Alemanha (3-1), muito por "culpa" do guarda-redes Thomas Allander, esteio de um bloco defensivo que supera as expectativas.

França e Suíça no caminho português

A França deixou escapar o que seria um surpreendente primeiro lugar no grupo A ao empatar a duas bolas com a Itália. O resultado foi feito na primeira parte e relegou os gauleses - por diferença de golos global - para o segundo lugar.

Fabien Savreux (ao fundo) e o capitão Carlo Di Benedetto, em quem são depositadas muitas esperanças

Nos quartos-de-final, a equipa de Fabien Savreux irá defrontar a Suíça, terceira no grupo B, e o vencedor deverá encontrar Portugal nas meias-finais. Os helvéticos terminaram a fase de grupos com uma derrota frente à Espanha por 8-1 e, depois de já terem também sofrido oito golos de Portugal, têm de ter outro acerto – e Federico Garcia e Pascal Kissling inspirados - para poderem causar dificuldades à jovem e valorosa selecção gaulesa.

Itália com bilhete para as meias

A Itália tem recebido rasgados elogios pelos jovens que têm surgido e pelo acerto táctico defensivo e ofensivo que Massimo Mariotti tem incutido. Mas, no fecho da fase grupos, não foi suficiente para vencer a França, valendo as goleadas dos dois primeiros dias para garantir o primeiro lugar e defrontar a frágil Áustria nos "quartos".

Francesco Compagno, uma das jovens coqueluches transalpinas

Alemanha em busca de outra surpresa

Nos "quartos" do Mundial de 2015, a Alemanha derrubou a vigente campeã europeia, Itália. Poderá o grupo liderado por Mark Berenbeck surpreender agora uma Espanha que tão má imagem deixou no jogo frente a Portugal? Os alemães mantêm o seu hóquei positivo, polvilhado da anarquia técnica típica dos portugueses que não só Sérgio Pereira e Jorge Fonseca têm no sangue, mas que faz de Lucas Karschau um atípico alemão.

Se os alemães mantiverem o resultado próximo, explorando alguma responsabilidade adversária de não falhar tão cedo na competição, talvez tenham possibilidades, mas estão longe da eficácia de La Vendée ou Alcobendas.

A Espanha irá até onde Jordi Bargalló a conseguir levar

Do lado dos espanhóis, haverá muita tendência em meter a decisão no stick do capitão Jordi Bargalló, cada vez mais solitário representante de uma geração vitoriosa. E, normalmente, na selecção ou no Liceo, o mais velho dos Bargalló não desilude.

Jogos dos quartos-de-final

França vs Suíça, 16h

Itália vs Áustria, 18h

Alemanha vs Espanha, 20h

Inglaterra vs Portugal, 22h

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade