Notícia

Arranca o 50º Europeu de Sub-20

Oct 24, 2016

Foto de comitiva: Federação de Patinagem de Portugal

Tem início esta segunda-feira o 50º Campeonato da Europa de Sub-20.

Tetracampeão europeu do escalao, Portugal parte em busca de um penta inédito na sua história, na sequência de uma primeira conquista em Hamm (Alemanha, 2008) e das que se seguiram em Viareggio (Itália, 2010), Saint Omer (França, 2012) e Valongo (Portugal, 2014).

É um domínio ímpar a nível continental, pese a Espanha já ter conseguido um pentacampeonato. Mas o penta espanhol aconteceu numa altura - entre 1995 e 1999 - em que o campeonato se disputava anualmente. Foram cinco anos de reinado de "nuestros hermanos", enquanto o domínio português já vai em oito...

A comitiva portuguesa

Neste campeonato, Luís Duarte e a sua selecção não terá tarefa fácil. Os Sub-20 espanhóis estão sedentos de um título, particularmente feridos no seu orgulho depois de terem perdido o Mundial em casa (Vilanova i la Geltrù), a Itália surge com vários jogadores com experiência de Legahockey e a França procura surpreender as eternas candidatas e capitalizar o excelente trabalho que tem feito a nível da formação.

Calendário

A competição arranca esta segunda-feira com uma fase de grupos onde ninguém ficará pelo caminho. As oito selecções estão divididas em dois grupos, com Portugal, Itália, Inglaterra e Andorra no grupo A e Espanha, França, Alemanha e Suíça no grupo B. Depois de três jornadas que terminam na próxima quarta-feira, 26 de Outubro, arranca a 27 a fase final, com os "quartos". Sexta-feira realizam-se as meias-finais e a tabela classificativa fica definida no sábado, com a final agendada para as 19h30 de Portugal Continental.

Portugal estreia-se na competição às 15h15 portuguesas, frente à Inglaterra de José Carlos Amaral.

O palco

O Europeu tem este ano lugar em Pully, na Suíça. Esta é a quarta vez que o país conhecido pela sua neutralidade recebe o Campeonato da Europa de Sub-20, com os países ibéricos a alternarem nos triunfos. A Espanha venceu em 1981 (Genève), Portugal triunfou em 1992 (Villeneuve) e, em 1999, a Espanha voltou a vencer em Genève, na altura a fechar o seu penta. Será novamente a vez de Portugal, também a selar um penta?

Os jogos deste Europeu podem ser acompanhados por streaming na CERH TV.

Pully está localizada nos suburbios de Laussanne, junto ao lago Léman, com território francês do outro lado e a 25 km de Montreux, palco mítico do Hóquei em Patins. O evento realiza-se na Salle Omnisport de l'Arnold-Reymond (Multidesportivo Arnold Reymond), com capacidade para 800 espectadores e onde a comunidade portuguesa da localidade de menos de 20 mil habitantes pode marcar a diferença.

A história

Portugal domina a competição há oito anos mas está longe do pecúlio de conquistas espanhol. Portugal venceu a primeira edição, em 1953 em Lisboa, mas a Espanha - que não vence desde 2006 - deu a volta e soma ainda 23 conquistas contra "apenas" 18 de Portugal.-

Se as galerias de vencedores das provas de Hóquei em Patins são habitualmente pintadas com as cores ibéricas, o Europeu de Sub-20 - sem fugir dessa característica - já foi feudo italiano. Totalizando oito conquistas na prova, a Itália viveu um período dourado entre 1982 e 1991, reclamando a vitória final em sete das edições realizadas. Tal coincidiria com o período "negro" de Portugal, que vencera em 1980 e só voltou a levantar o ceptro em 1992.

Os árbitros

O Comité Europeu - anteriormente CERH, agora CERS Rink-Hockey - chamou para este Campeonato oito árbitros. Johannes Schneider e Steff Jordi são da "casa" (suíços) numa lista em que, entre os países presentes a competição, apenas Andorra não está representada. Derek Bell (Inglaterra), Lars Niestroy (Alemanha), Filippo Fronte (Itália), Xavier Bleuzen (França) e Sergi Mayor (Espanha) juntam-se ao português Miguel Guilherme no lote de eleitos.

Os protagonistas

A fechar este exercício, ficam os jogadores e treinadores das selecções que vão evoluir na pista do Arnold-Reymond, conforme anunciados pelo CERS Rink-Hockey.

Alemanha

Guarda-redes: Leon Brandt, Jonas Langenohl e Leon Geisler

Jogadores de pista: Daniel Strieder, Joshua Dutt, Thomas Köhler, Sebastian Rath, Lucas Seidler, Aaron Borkei, Niko Morovic e Max Becker

Treinador: Jordi Molet

Andorra

Guarda-redes: Carlos De Sousa e Yvan Odena

Jogadores de pista: Adrià Antequera, Anton Borrel, Arnau Dilmé, Arnau Solé, Gerard Miquel, Marc Pallarés, Marc Rodríguez e Oriol Antequera

Treinador: Roger Corral

Espanha

Guarda-redes: Blai Roca e Arnau Prat

Jogadores de pista: Pablo Nájera, Arnau Xaus, Nil Roca, Roger Bars, Xavi Serrallonga, Pol Molas, Raul Fernández e Sergi Llorca

Treinador: Sergi Macia

França

Guarda-redes: Mathéo Martinato e Xavier Menguy

Jogadores de pista: Nathan Gefflot, Bruno Di Benedetto, Roberto Di Benedetto, Rémi Herman, Tom Mfuekani, Givency Tshilombo, Arnaud Cremese e Mathis Rault

Treinador: Stephane Herin

Inglaterra

Guarda-redes: Charlie Oakes e Thomas Allander

Jogadores de pista: Alex Mount, Harry Chittenden, Harry Parfitt, Joshua Branchett, Marco Giancola, Robbie Allander, Will Foreman e Will Rawlinson

Treinador: José Carlos Amaral

Itália

Guarda-redes: Mattia Verona e Bruno Sgaria

Jogadores de pista: Nicholas Barbieri, Davide Nadini, Giacomo Maremmani, Andrea Fantozzi, Davide Gavioli, Alberto Greco, Francesco Compagno e Filippo Zambon

Treinador: Massimo Mariotti

Portugal

Guarda-redes: Tiago Rodrigues e Diogo Brandão

Jogadores de pista: António Trabulo, Carlos Loureiro, Gonçalo Pinto, Pedro Batista, Gonçalo Nunes, Gonçalo Conceição, Rafael Lourenço e Tomás Moreira

Treinador: Luis Duarte

Suíça

Guarda-redes: Marc Blöchlinger e Nicola Tommasi

Jogador de pista: Nino Wyss, Mike Gianella, Cedrik Wagner, Lorenzo Rui, Sven Kunz, Gian Rettenmund, Yves Walther e Gregorio Boll

Treinador: Pedro Antunes

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade