Notícia

Cenas do último capítulo

Jun 12, 2017

O Campeonato Nacional da I Divisão fez a última curva e entrou na recta da meta ainda com muito por decidir.

Do topo da classificação, aos oito que poderão disputar a Elite Cup, passando pelos nove que poderão ir às competições europeias e até às equipas que serão despromovidas, são vários os pólos de interesse no próximo dia 17, com todos os jogos a terem início às 18h de Portugal Continental.

A luta pelo título

Desde logo, ainda há campeão por conhecer. Depois da vitória "in extremis" do Benfica sobre a Oliveirense, a luta resume-se aos encarnados e ao Porto, as duas equipas mais tituladas na história do Hóquei em Patins nacional.

O Benfica sagrar-se-à campeão pela 24ª vez - para um tri que escapa desde 1981 - se:

Vencer o Sporting

Empatar e o Porto não vencer na recepção ao Riba d'Ave

Perder e o Porto perder

Discussão do título passa pelo Dérbi Capital

Já os dragões dependem de um desaire do rival na casa do Sporting.

O Porto celebrará o seu 22º título se:

Vencer o Riba d'Ave e o Benfica não vencer o Sporting

Empatar e o Benfica perder com o Sporting

Não mexe mais

Nos lugares que se seguem aos da luta pelo ceptro do Melhor Campeonato do Mundo, está tudo definido até ao sétimo lugar. Oliveirense (3º), Sporting (4º) e Óquei de Barcelos (5º) irão repetir a classificação obtida em 2015/16, enquanto Juventude de Viana e Valongo trocam posições. Os vianenses terminarão um lugar mais acima, no sexto lugar, "à custa" dos valonguenses, que acabarão em sétimo.

Quem também já tem a sua classificação final definida é a Sanjoanense, que será despromovida à II Divisão. A equipa de São João da Madeira garantira a subida em 2014 e teve o mérito de se segurar entre os primodivisionários três temporadas. Os alvi-negros terminarão como lanterna-vermelha.

Um lugar entre a Elite

Promovida pela ANACP, a Elite Cup teve a sua primeira edição em 2016 e promete voltar a reunir em 2017 os oito primeiros ainda em pré-temporada. Os sete primeiros repetem a presença e há mesmo hipótese do elenco ser precisamente o mesmo... caso o Tomar não se intrometa.

Tomar ou Turquel ocuparão a oitava vaga para a Elite Cup

A uma jornada do fim, o lugar é do Tomar. Os nabantinos, este ano de regresso à I Divisão, protagonizaram um excelente campeonato e jogam em Valença a possibilidade de marcar presença na Elite Cup, sendo que garantiram que entretanto estarão também na Final Four da Taça de Portugal.

Já o Turquel, oitavo em 2015/16, teve um percurso um pouco aquém das expectativas. Garantiu a permanência apenas na antepenúltima jornada, precisamente com uma vitória em Tomar, e tem a equipa leonina a três pontos.

O Tomar termina em oitavo se:

Pontuar

Perder em Valença e o Turquel não vencer

O Turquel entra nos oito primeiros se:

Vencer no Pico e o Tomar perder

A ambição das equipas de Nuno Domingues e João Simões terá no entanto imediatos efeitos colaterais. Qualquer ponto conseguido, condena de imediato à descida Valença (que recebe o Tomar) ou Candelária (que recebe o Turquel). Mas essa é outra "guerra"...

Quase a chegar aos lugares perigosos da tabela, o Paço de Arcos ainda se pode interpor entre Tomar e Turquel. A equipa de Jorge Godinho - que o Turquel já anunciou como próximo treinador - terminará em 9º, relegando o Turquel para 10º.

O Paço de Arcos sobe a 9º se:

Vencer na recepção à Juventude de Viana e o Turquel não ganhar

Empatar frente aos vianenses e o Turquel perder

Por outro lado, a equipa da Linha até pode cair para 11º - caso perca e o Riba d'Ave vença no Dragão Caixa -, mas a manutenção da equipa que este ano foi também orientada por Paulo Garrido está garantida.

Sobrevivência

No fundo da tabela joga-se a sobrevivência no Melhor Campeonato do Mundo. Do lote de Riba d'Ave, Valença e Candelária sairão duas equipas para acompanhar a Sanjoanense à II Divisão, mantendo-se apenas uma no escalão maior do Hóquei em Patins nacional.

O Riba d'Ave é o único que depende de si, mas também o único que joga fora do conforto do lar, e logo na casa de alguém que precisa igualmente de vencer. Nada menos que o candidato ao título, FC Porto. Mas os minhotos que são liderados por Hugo Azevedo até podem segurar a manutenção sem somar qualquer ponto.

Candelária parte de trás na corrida à manutenção

O Riba d'Ave continua na I Divisão se:

Não perder no Dragão Caixa

Perder no Dragão e Valença e Candelária não vencerem

O Valença repetirá a presença no escalão maior se:

Vencer o Tomar e o RAHC perder no Dragão Caixa

O Candelária evita a descida à II Divisão, onde não está desde a temporada 2004/05, se:

Vencer o Turquel, o VHC não vencer o Tomar e o RAHC perder no Dragão

Contas fechadas... ou talvez não

Falta apenas uma jornada para completar as 26 do Nacional da I Divisão, mas tal poderá não significar o cair do pano sobre as contas do Campeonato. Pendente está a decisão sobre um recurso do Riba d'Ave - após castigo por falta de comparência num jogo que venceram à Juventude de Viana - e associado pedido de esclarecimento de outros clubes sobre outras partidas em que os minhotos terão incorrido no mesmo incumprimento.

O desfecho do caso não terá influência nas contas dos cinco primeiros, mas daí para baixo pode colocar algumas posições em causa.

Recurso do Riba d'Ave pode alterar contas

Se a decisão saísse esta semana, uma decisão a favor do Riba d'Ave colocá-lo-ia com os dois patins na I Divisão. E condenaria de imediato Valença e Candelária à despromoção. Independentemente dos resultados da última jornada. E também faria perigrar o sexto lugar de Juventude de Viana, que ficaria apenas com dois pontos de vantagem sobre o Valongo (ainda que estes se desloquem a Oliveira de Azeméis...).

Já uma eventual decisão contra, que redundaria na exclusão da equipa da prova, retiraria às restantes todos os pontos conquistados contra o Riba d'Ave e baralhava as contas... O Paço de Arcos saltava para o nono lugar, a um ponto do Tomar e o Valença ficava a salvo, podendo mesmo chegar ao oitavo lugar e à Elite Cup, se vencesse na recepção ao Tomar e o Paço de Arcos perdesse na recepção à Juventude de Viana. O duelo no Pico, entre Candelária e Turquel, definiria a terceira equipa a descer. Caso os picarotos vençam, garantiriam a permanência e o Turquel descia à II....

Provas relacionadas

Campeonato Nacional da I Divisão - Campeonato
Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade