Notícia

Começar bem, mas somar só um ponto

Aug 27, 2017

Foto de capa: Federação de Patinagem de Portugal

Portugal entrou muito bem no Campeonato do Mundo de Seniores Femininos, mas deixou escapar a vitória nos segundos 25 minutos.

Aos três minutos e meio, Marlene Sousa apontou o primeiro golo feminino nuns World Roller Games. Só daqui a muitos anos se poderá dizer se tal fica para a História ou não - dependendo do sucesso do evento - mas no imediato foi o tónico para uma primeira parte encarada com tranquilidade pelas portuguesas.

Nuns primeiros 25 minutos pautados pelo equilíbrio, o conjunto orientado por Carlos Pires segurou a vantagem e, a três minutos do intervalo, logrou mesmo dilatá-la, com Sofia Silva a marcar pouco depois de ter desperdiçado um livre directo.

Na falta de streaming por parte da organização, jogo teve transmissão improvisada na página de Facebook da FPP.

A selecção do Chile, quinta no último Mundial, dera boa conta de si na primeira parte e, após o reatamento, conseguiu chegar ao golo ao fim de três minutos. O golo de Francisca Donoso de livre directo, após azul a Inês Vicente, alimentou a esperança chilena numa reviravolta. Que ganhou ainda mais força quando a benfiquista Macarena Ramos fez o 2-2 ainda com praticamente 10 minutos para jogar e com Portugal em quebra física.

Mas as lusas seguraram o resultado, chegando mesmo a dispor de oportunidades para resolverem a partida a seu favor.

Dado o empate, realizou-se um desempate sem efeitos pontuais - Portugal e Chile somam um ponto -, mas que fica para um eventual desempate caso todos os outros critérios falhem. Aí, Macarena Ramos marcou por duas vezes e Renata Balonas "apenas" uma, ficando o Chile com vantagem.

Vitórias claras

Nos outros jogos do Mundial feminino, três vitórias fáceis. No grupo de Portugal, a Argentina (próxima adversária das lusas) venceu a Itália por 4-0.

Portugal defronta a Argentina às 12h30 locais desta segunda-feira (5h30 de Portugal continental).

No grupo A, Espanha iniciou a defesa do título com uma vitória por 0-7 sobre a Alemanha, com Maria Diez a marcar três golos, enquanto a França "destruiu" os Estados Unidos. As gaulesas venceram por 0-27, com Daribo e Lafourcade a marcarem seis golos cada.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade