Notícia

«Queremos começar a jogar, é isso que nos interessa»

Jul 15, 2018

Portugal começa este domingo a defesa do título conquistado em Oliveira de Azeméis, defrontando Andorra a partir das 22h locais, 21h em Portugal continental, em partida que terá honras de transmissão televisiva na RTP1.

Do lado português, a expectativa e a ansiedade de marcar golos e somar vitórias que contem para revalidar o título europeu (que seria o 22º da história da selecção das quinas) está em crescendo, conforme nos deram conta Gonçalo Alves e Vítor Hugo, num discurso que não esconde ambição.

Se Gonçalo Alves tem sido presença assídua nas últimas grandes competições, Vítor Hugo está de regresso após um hiato de sete anos, que vinha desde o Mundial de 2011, disputado em San Juan. Chamado à selecção principal em período de total hegemonia de Espanha, o agora atacante do Sporting - que já representou também Benfica e Porto - guardará como melhores recordações as conquistas em Sub-20, em 2003. Vítor foi um dos campeões do Mundo de Sub-20 em 2003, no Uruguai, na primeira edição oficial da prova, regressando depois a Portugal para conquistar o Europeu em Vale de Cambra.

Vítor Hugo

Vítor Hugo é, com os seus 33 anos, o jogador mais experiente às ordens de Luís Sénica, mas a integração num grupo que foi a base da conquista em Oliveira de Azeméis em 2016 foi total, conforme ficou bem patente na adaptação à pista - com o seleccionador italiano Massimo Mariotti como espectador atento (Itália tinha testado a pista antes) - que Portugal realizou este sábado, antes da cerimónia de abertura do Europeu.

Neste último contacto com a pista antes da competição propriamente dita, estranhou-se - também pelos jogadores da selecção espanhola - um novo verniz, a dar uma aderência distinta daquela com que se jogou, no passado dia 1 de Julho, a homenagem a "Kiko" Raposo. Mas tal em nada belisca a ambição portuguesa.

Num discurso seguro, Luís Sénica deu enfâse a um grupo preparado e consciente do precisa fazer, desde logo já contra Andorra.

Os andorrenhos, com os irmãos Llorenç e Gerard Miquel como figuras maiores, têm marcado presença nos compromissos europeus de Sub-17 e Sub-20, mas são uma das novidades deste Campeonato da Europa. Tal não deverá pôr em causa o favoritismo de Portugal, que quererá evitar percalços antes do grande teste, o jogo com a França no próximo dia 19, a fechar a fase de grupos.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade