Notícia

Breganze e Viareggio trepam lugares, Valdagno escorrega

Jan 06, 2019

Foto de capa: Gabriele Baldi

Em Itália, o campeão Lodi não desarma na liderança e o vice-campeão Forte não facilita na perseguição. O Valdagno empatou em casa do lanterna-vermelha e atrasou-se na corrida ao melhor lugar para o play-off.

Na pista do penúltimo, Thiene, o Lodi venceu por 2-6, com Andrea Malagoli em particular destaque ao apontar quatro golos para a equipa comandada por Nuno Resende. Luís Querido apontou um tento.

O Forte recebia o quarto classificado, o Sarzana, e foi categórico, vencendo por claros 9-4. O catalão Martí Casas [na foto] marcou pela 12ª vez consecutiva (só não marcou nas duas primeiras rondas) e desta feita um poker.

O Valdagno viu fugir os seus dois concorrentes directos ao não ir além de um empate em Sandrigo.

O Sandrigo, último classificado da Série A1, somou o seu terceiro ponto na prova no que poderá ficar para uma lição para um Valdagno que aos 15 minutos vencia por 0-3. Terão os homens de Franco Vanzo dado a partida como ganha… demasiado cedo.

Com o seu “bis”, Cacau segurou a liderança da lista de melhores marcadores, com 23 golos, mas agora a par de Martí Casas, que assinou um poker.

O Sandrigo com o seu “capocannonieri” Cacau a bisar, virou o jogo e a oito minutos do fim vencia por 4-3. André Centeno – que também bisou - fez o 4-4 e Tataranni voltou a dar vantagem, mas a partida estava descaracterizada e Alberto Pozzato fixaria o 5-5 final.

Breganze e Viareggio sobem

A derrota do Sarzana em Forte dei Marmi custou à equipa-surpresa desta edição da Série A1 o quarto lugar, ultrapassados por Breganze e Viareggio.

O Breganze de Diego Mir venceu o Amatori Vercelli por 6-2, mas o encontro só seria decidido nos derradeiros minutos.

No arranque da segunda parte, João Silva reduzia para 3-2 e a equipa liderada por Sérgio Silva – que, enquanto jogador, representou o Breganze –, com o guarda-redes Francisco Veludo mais uma vez em evidência, segurou o resultado até três minutos e meio do fim. Aí, o maior valor individual dos “rossoneri” faria a diferença, com três golos a terminarem com qualquer questão sobre o vencedor.

Ainda mais difíceis de “arrancar”, foram os três pontos para o Viareggio. Na pista do Scandiano, a equipa de Reinaldo Ventura (inaugurou o marcador) só desequilibrou definitivamente o marcador a três minutos do fim, com um golo do ex-Oliveirense Jepi Selva.

Num mau momento, continua o Follonica, também ultrapassado por Breganze e Viareggio. A equipa orientada por Enrico Mariotti baixou ao sétimo lugar ao perder em Monza por 4-2, no terceiro jogo consecutivo sem vencer, sendo que soma apenas uma vitória nos derradeiros seis encontros.

O Monza encurtou a desvantagem para os “follonese” para dois pontos, tal como o Trissino, que venceu o Bassano de Diogo Neves com seis golos sem resposta. Foi apenas a quarta vez em 14 jogos que o internacional jovem português ficou em branco.

Série A1 – 14ª jornada

Resultados

• Breganze 6-2 Amatori Vercelli

• Trissino 6-0 Bassano

• Forte 9-4 Sarzana

• Scandiano 2-3 Viareggio

• Monza 4-2 Follonica

• Sandrigo 5-5 Valdagno

• Thiene 2-6 Lodi

Classificação

1º Lodi (34), 2º Forte (32), 3º Valdagno (30), 4º Breganze (25), 5º Viareggio (24), 6º Sarzana (23), 7º Follonica (22), 8ºs Trissino e Monza (20), 10º Scandiano (17), 11º Amatori Vercelli (14), 12º Bassano (8), 13º Thiene (6), 14º Sandrigo (3)

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade