Notícia

Elite Cup arranca esta sexta-feira

Sep 20, 2019

Decorre desta sexta-feira, dia 20, até ao próximo domingo, 22, a quarta edição da Elite Cup, prova que rapidamente se tornou referência de pré-temporada do Hóquei em Patins nacional.

Reunindo os oito mais bem classificados do campeonato nacional da I Divisão da época anterior, a Elite Cup é um teste a reforços e aos primeiros trabalhos de preparação, antecedendo as provas oficiais.

O Sporting conquistou o troféu em 2018, numa edição que não contaria com Porto nem Óquei de Barcelos devido à participação destes numa Taça Continental agendada fora das datas regulamentarmente previstas. Este ano, voltam a estar os oito melhores em pista, agora no Portimão Arena.

Com protagonistas diferentes ou com diferentes camisolas, a Elite Cup promete bons espectáculos

Porto vs Braga (11h)

Os primeiros a entrar em pista serão os campeões nacionais Porto e o Braga. Os azuis-e-brancos surgem com quatro mudanças no grupo às ordens de Cabestany, transfigurando desde logo a sua baliza, com as entradas de Maliàn (ex-Liceo) e Tiago Rodrigues (ex-Sanjoanense) para os lugares de Nelson Filipe (Oliveirense) e Carles Grau (Liceo), e são favoritos, apesar do último duelo entre as duas formações ter sorrido ao Braga.

Os bracarenses, às ordens de Rui Neto, protagonistas de um excelente campeonato nacional na pretérita temporada, bateram o Porto na final do Torneio da Maia, no último fim-de-semana, e deixaram o aviso…

Oliveirense vs Juventude de Viana (14h)

Segue-se o embate entre Oliveirense e Juventude de Viana. Na última edição da prova, a equipa de Oliveira de Azeméis chegou à decisão da prova, com o Sporting, mas cairia nos derradeiros instantes. No final da temporada, às ordens de Renato Garrido, o levantar da Taça de Portugal quebrou um enguiço de conquistas e poderá significar um mudar de página.

Reforçada com dois recém-consagrados campeões do Mundo – Nelson Filipe e Henrique Magalhães – às ordens de Garrido e ainda o promissor João Almeida e o campeão europeu Vítor Hugo, a Oliveirense procurará fazer vingar o claro favoritismo sobre uma Juventude de Viana que aposta em três jovens jogadores – Gonçalo Neto, João Pedro Pereira e Rodrigo Martins – nesta nova temporada.

Sporting vs Óquei de Barcelos (18h)

Aquele que será o “prato forte” do dia está reservado para as 18h, com o campeão europeu Sporting a defrontar o Óquei de Barcelos. Paulo Freitas trocou três peças no seu xadrez na continuidade de um plantel “alargado” de 12 jogadores de qualidade e defenderá nesta Elite Cup o estatuto de detentor do torneio que já conquistara na edição inaugural, em 2016.

Pela frente, terá aquele que se perfilava como a “fava” no sorteio. O plantel do Óquei de Barcelos sofreu uma reestruturação profunda e, às ordens de Paulo Pereira, já deixou excelentes indicações, vindo da participação de um torneio em Itália – Memorial Gianni Stefani – em que venceu categoricamente o recém-promovido Montebello (5-3), o vice-campeão transalpino Lodi (7-2) e o reforçado Trissino (5-1).

Benfica vs Paço de Arcos (21h)

A fechar o primeiro dia desta quarta edição da Elite Cup, defrontam-se em Portimão os “vizinhos” Benfica e Paço de Arcos. Os encarnados, vencedores do torneio em 2017, procurarão pôr termo a um ciclo sem qualquer conquista a nível nacional desde esse triunfo e contam para este desafio com a chegada de Edu Lamas e o regresso – mas agora para o plantel principal – de Gonçalo Pinto, neste que será um teste à primeira pré-temporada dirigida por Alejandro Dominguez.

O Paço de Arcos perdeu o goleador Tomás Moreira e Luís Duarte chamou Pedro Batista, “velho” conhecido das selecções jovens, sendo que – cedido pelo Benfica – se desconhece se, num hábito muito português, poderá defrontar a “casa mãe”.

Árbitros

Apesar do espírito salutar que tem marcado as várias edições da Elite Cup, a escolha dos árbitros para dirigir as partidas não pode ser descurada e, para esta edição, foram “convocados” Joaquim Pinto, Luís Peixoto, Pedro Silva, Ricardo Leão e Sílvia Coelho – todos certezas e apostas em jogos importantes do Melhor Campeonato do Mundo -, a que se junta o jovem João Catrapona, que já na pretérita temporada esteve na prova.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade