Notícia

«Surrealista»

Feb 28, 2015

No final do jogo dos quartos-de-final com o Voltregà, o treinador do Barcelona Ricard Muñoz voltou a ser critico com a organização. Desta feita, com a escolha das instalações para as equipas ficarem.

"É uma história surrealista", referiu na conferência de imprensa, apontando à escolha do Hotel Petit Palau, em Blanes.

Segundo o técnico blaugrana, o hotel escolhido pela federação espanhola (RFEP) para sete das oito equipas - o Liceo ficou num hotel em Lloret com os directores da RFEP e restantes agentes da competição - não reúne as condições para equipas que se querem de topo. "Numa prova com tantos jogos em tão pouco tempo, o mínimo é que as equipas tenham condições para descansar, preparar as partidas e alimentarem-se de maneira correcta", censurou.

Uma sessão vídeo diferente

Efectivamente, quando a comitiva do Barcelona chegou ao hotel ainda havia jogadores do Cerceda a arrumar as coisas nos quartos com que os blaugrana ficariam e a comida (em buffet) era pouca e de má qualidade, obrigando à procura de um restaurante nas proximidades para o jantar. E, na preparação do jogo com o Alcoy, teve de ser improvisada uma sala de vídeo com um lençol a fazer de tela e cadeiras recolhidas um pouco por todo o hotel e com jogadores de outras equipas a passarem constantemente no corredor.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade