Notícia

Águias e leoas dão passada larga para a final

Jun 17, 2021

No arranque das "meias" do Nacional Feminino, Benfica e Sporting confirmaram o seu favoritismo com vitórias claras nas pistas de Académica e Sanjoanense. #NacionalFeminino

Será difícil evitar que a final do Campeonato Nacional de Seniores Feminino seja um dérbi lisboeta entre Benfica e Sporting, as duas mais fortes equipas nacionais e que, salvo algumas dificuldades pontuais, numa diferença de realidades óbvia, vencem de forma clara as restantes equipas.

No primeiro jogo das meias-finais, a jogar à melhor de três, o Benfica venceu em Coimbra por 1-8 e o Sporting venceu em São João da Madeira por 1-9, sem que Académica e Sanjoanense conseguissem mostrar argumentos para uma possível surpresa.

As "meias" podem ficar já decididas no sábado, na Luz e no João Rocha, caso os eternos rivais voltem a levar de vencida as suas adversárias. Caso seja necessário terceiro jogo, será já domingo, novamente em Lisboa.

O preço da "profissionalização"

Enquanto no masculino se joga agora de semana a semana (jogou-se a 13, jogar-se-á a 20 e, se necessário, a 27), no feminino o primeiro jogo destas "meias" - e eliminatórias paralelas - foi "calhou" numa quarta-feira.

Na argumentação contra os dias e horários definidos pouco haverá a dizer, sendo que, quando a equiparação a profissional serviu para que a prova não parasse face às medidas mais restritivas de combate à pandemia, será difícil regressar agora ao estatuto de amadorismo. Que, note-se, é real, como é na maioria das equipas da categoria máxima no masculino.

Esta quarta-feira, a Stuart, a disputar o 5º ao 8º lugar, viajou até ao Porto, onde perdeu na pista do Infante Sagres por 4-3. A equipa de Massamá esteve a vencer por 1-3, mas não evitaria um desfecho que ainda complicaria mais uma viagem de regresso, de mais de 300 km, cerca de 3h. O jogo teve início às 22h.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade