Notícia

Vencedores dos grupos chegam-se à frente

Mar 27, 2022

Na primeira mão dos quartos-de-final, os vencedores dos grupos na primeira fase vincaram o seu estatuto fora de portas. Lleida, Calafell (na pista da Juventude de Viana) e Follonica venceram e o Valdagno empatou. #WSECup

A primeira parte da eliminatória da Taça WSE que "desagua" na Final Four (em Paredes, a 23 e 24 de Abril) sorriu às equipas que tinham vencido os respectivos grupos na primeira fase, confirmando também algum do favoritismo que, teoricamente, lhes poderia ser atribuído.

Em Viana do Castelo, a Juventude de Viana recebeu um dos mais fortes candidatos ao triunfo final na competição. O Calafell ombreia com as mais fortes equipas do campeonato espanhol e procura, na prova europeia, gravar em página dourada aquela que já é a melhor temporada da sua história.

Mas os vianenses, às ordens de Reinaldo Ventura, deram excelente réplica. João Pedro e Andrés Castaño construíram uma vantagem de dois golos, mas Arnau Xaus (que já vestiu a camisola da Juventude) e o internacional angolano Humberto Mendes ("Big") anularam-na ainda antes do intervalo.

Sergi Miras e Martí Casas, provavelmente as duas maiores figuras da equipa de Ferran López, confirmavam o favoritismo catalão virando o resultado para 2-4. Gustavo Lima ainda relançou o jogo quando bateu "Xano" Edo de grande penalidade, mas (novamente) Casas e Miras - num desvio infeliz de João Pedro no golo do ex-jogador do Sporting e Porto - dilataram o resultado para um 3-6 final que, não sendo impossível de virar no Joan Ortoll, será seguramente uma tarefa hercúlea...

Em português, mais razões para sorrir terá o treinador Sérgio Silva. O seu Follonica arrancou um difícil triunfo por 3-4 na pista dos franceses do Noisy, selado por Didac Llobet já nos derradeiros três minutos, depois de Francesco Banini (e não o guarda-redes Leo Barozzi como erroneamente foi colocado na ficha de jogo) ter feito o 3-3 apenas a meio da etapa complementar e com os transalpinos em superioridade numérica.

Também vitorioso da incursão em terras gaulesas, foi o (triplo) detentor desta Taça WSE, vencendo em Quévert por 1-4. A equipa francesa até chegou ao intervalo a vencer, com um golo de Julian Martinez, mas os catalães impuseram-se na etapa complementar com golos de Sergi Folguera e Bruno Di Benedetto, a virarem o resultado nos primeiros cinco minutos após o descando, e ainda Jepi Selva e Andreu Tomàs.

O duelo teoricamente mais equilibrado seria em Voltregà e Valdagno e não defraudou. O empate a dois satisfazerá mais os italianos, que jogam em casa na segunda volta, mas tudo está totalmente em aberto.

O contentamento da equipa orientada por Diego Mir será ainda maior por terem recuperado de uma desvantagem de dois golos. Marc Palazón, com o único tento da primeira parte, e Arnau Canal davam uma preciosa vantagem aos catalães, mas Marc Gonzalez, de livre directo, e Fabricio Ciocalle, nos dois minutos finais, deixaram tudo para resolver nos segundos 50 minutos (ou mais...) deste frente-a-frente, agendado para 9 de Abril.

QUARTOS-DE-FINAL

1ª mão

• Q1 • Quévert 1-4 Lleida • 26.Mar

• Q2 • Voltregà 2-2 Valdagno • 26.Mar

• Q3 • Juventude de Viana 3-6 Calafell • 26.Mar

• Q4 • Noisy 3-4 Follonica • 26.Mar

2ª mão

• Q1 • Lleida vs. Quévert • 9.Abr

• Q2 • Valdagno vs. Voltregà • 9.Abr

• Q3 • Calafell vs. Juventude de Viana • 9.Abr

• Q4 • Follonica vs. Noisy • 9.Abr

FINAL FOUR

Meias-finais

• MF1 • Vencedor Q1 vs. Vencedor Q3 • 23.Abr

• MF2 • Vencedor Q2 vs. Vencedor Q4 • 23.Abr

Final

Vencedor MF1 vs. Vencedor MF2 • 24.Abr

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade