Notícia

Melhor Turquel da época custa segundo lugar ao Barcelos

Jan 25, 2016

O Óquei de Barcelos somou em Turquel a segunda derrota do campeonato e perdeu o segundo lugar.

Perante uma excelente e entusiástica moldura humana, o Barcelos – que levou muitos adeptos a Turquel - lutava na Aldeia do Hóquei por manter o segundo lugar na jornada que fechou a primeira volta do Nacional da I Divisão. E a partida até nem parecia mal encaminhada... Ricardo Silva viu o azul mas os turquelenses não aproveitaram para se adiantarem e, após azul a André Pimenta, Reinaldo Ventura não perdoou de livre directo, inaugurando o marcador.

Luís Silva desfeiteia Ricardo Silva para o 2-1

Mas o Óquei não voltaria a marcar...

O Turquel tem realizado uma prova irregular mas não tardou a reagir e, quando a dupla de arbitragem – contestada por Paulo Freitas, em particular pelos cinco azuis que a sua equipa viu ao longo do jogo – apitou para o descanso, já a equipa de João Simões tinha virado o resultado, com dois golos de Luís Silva.

Esta época o Barcelos somava apenas uma derrota, na Luz.

Na etapa complementar, o Barcelos procurou pressionar mais mas foi penalizado pelas sanções disciplinares e nunca conseguiu encontrar soluções para bater Marco Barros. Luís Silva, o reforço que chegou esta época do Sporting de Tomar ainda juntaria mais um golo à sua conta pessoal, a fixar o resultado final em 4-1 já depois de Xanoca ter feito o 3-1 de livre directo.

Barcelos queixou-se do número de azuis vistos

No final, João Simões comentou a que foi para si a melhor exibição da temporada, afirmando que o grupo já merecia uma pontinha de sorte e um desfecho assim. Paulo Freitas foi crítico em relação ao critério dos árbitros, vincando que quem vir o número de cartões da sua equipa a julgará – mal – como violenta.

Entre os jogadores, Vieirinha, cujo nome já foi dado como certo no Sporting e no Benfica para 2017/18, apontou baterias ao próximo jogo em Paço de Arcos, pensando somente em regressar rapidamente às vitórias.

O herói Luís Silva, ainda a quente e com as emoções à flor da pele, identificou alguns momentos do jogo como determinantes, dando grande parte do mérito ao seu guarda-redes, Marco Barros.

Em virtude da vitória do Porto, o Barcelos desce para o terceiro lugar, a oito pontos do líder, ao passo que o Turquel respira um pouco de alivio. Os três pontos somados permitem subir ao nono lugar, quatro pontos acima da linha de água.

Jogos relacionados

HC Turquel
4 : 1
23 Jan 21h00
OC Barcelos, SAD

Provas relacionadas

Campeonato Nacional da I Divisão - Campeonato
Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade