Hoje na Imprensa!

Festa da Taça e um horário considerado pouco próprio

Apr 10, 2016

Recorte: O Jogo

O rescaldo dos oitavos-de-final da Taça de Portugal é o destaque maior das edições dos jornais diários desportivos deste domingo, 10 de Abril, com a contestação do Sporting ao horário do seu jogo na Final Four da CERS a merecer também realce comum a todos os diários.

Na Taça, “Águias insaciáveis” (A Bola), “Nos ‘quartos’ e sem acelerar” e “Goleada depois de um susto” (O Jogo) e “Goleadas dão para descansar” (O Jogo) dão destaque às vitórias, que acabaram por ser tranquilas, de Benfica, Porto e Sporting.

Na Luz, em duelo de primodivisionários, o Benfica já vencia ao intervalo por sete e acabou por “levantar o pé”, selando com apenas mais um golo a vitória por 8-0 frente à Sanjoanense. Na Marinha Grande, o Sporting chegou ao intervalo a vencer por “escassos” 1-3, mas disparou para um confortável 3-10 final. Em Almeirim, o Porto chegou cedo – demasiado cedo – a uma vantagem de quatro golos e adivinhava-se uma goleada épica… Mas, entre o mérito de Tigres e o demérito de Dragões, no descanso a vantagem forasteira cifrava-se na margem mínima (3-4). Reagiram os pupilos de Cabestany na etapa complementar, construindo um robusto 5-12 final.

Merece ainda destaque n’O Jogo o outro jogo entre primodivisionários. “Barcelos ganha dérbi minhoto” (O Jogo) aborda a vitória por 4-2 dos semifinalistas da CERS, que os coloca a caminho de outro dérbi minhoto, contra um dos “tomba-gigantes” da Taça, o Valença.

O Valença, que está na luta pela subida à I Divisão, bateu o Candelária por 2-1 (no prolongamento) mas não foi o único a derrubar uma equipa primodivisionária. O Carvalhos, também da II Divisão, afastou o Valongo (4-3) e, no maior motivo para a “festa da Taça”, o Parede, da III Divisão, eliminou o Cambra. O golo – de ouro em todos os sentidos – surgiu no prolongamento, carimbando um encontro com o Benfica nos “quartos” com uma vitória por 4-3.

Confira resultados, os confrontos dos quartos-de-final, agendados para 21 de Maio, e para as meias-finais da Final Four que terá lugar em Ponte de Lima a 18 e 19 de Junho.

Resultados dos oitavos-de-final

HC “Os Tigres” 5-12 FC Porto

CH Carvalhos 4-3 AD Valongo

Valença HC 2-1 Candelária SC (após prolongamento)

Parede FC 4–3 HA Cambra (após prolongamento)

OC Barcelos 4-2 HC Braga

SL Benfica 8-0 AD Sanjoanense

SC Marinhense 3-10 Sporting CP

HC Vasco da Gama 1-9 CD Paço de Arcos

Quartos-de-final, 21 de Maio

CH Carvalhos (II) vs Sporting CP (I)

Valença HC (II) vs OC Barcelos (I)

Parede FC (III) vs SL Benfica (I)

CD Paço de Arcos (I) vs FC Porto (I)

Meias-finais, 18 de Junho

CH Carvalhos ou Sporting CP vs Parede FC ou SL Benfica

Valença HC ou OC Barcelos vs CD Paço de Arcos ou FC Porto

Final Four da CERS

O CERH confirmou este sábado os horários para a Final Four e a contestação do Sporting não tardou. Anunciada a partida entre Matera e Barcelos para as 19h e o jogo entre Sporting e Vilafranca para as 21h45, “Sporting contra jogo da ‘final four’” (A Bola), “Sporting contesta horário” (O Jogo) e “Sporting contesta horário da CERS” (Record) dá conta das razões leoninas.

Sublinham os leões que a inversão da ordem das partidas não faz sentido sem justificação (a partida do Sporting é a 115 e a outra meia-final é a 114) e que o horário tardio não é próprio quando pode haver lugar a prolongamento e grandes penalidades. Ainda que a transmissão televisiva possa ser argumento da organização, os leões lembram que a habitual programação das tardes de sábado não seria de forma alguma impeditiva da transmissão noutro horário.

Taça Feminina

Noutra Final Four, o Record dá conta do anúncio do local da decisão da Taça de Portugal de Seniores Femininos. A 28 e 29 de Maio, Vila Boa do Bispo e Académica (numa meia-final) e Stuart HC Massamá e Benfica (na outra) lutam pela conquista do troféu em Oliveira do Hospital.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade