Hoje na Imprensa!

O importante passo do Benfica em Valongo

Apr 24, 2016

Recorte: O Jogo

O rescaldo da partida entre Valongo e Benfica praticamente monopoliza as edições dos jornais diários desportivos deste domingo, 24 de Abril.

“Emoção até ao final” (A Bola), “Fibra de campeão” (O Jogo) e “Firme no comando” (Record) fazem título das peças sobre a vitória do Benfica em Valongo por 4-5. Os encarnados marcaram cedo – por Valter Neves – mas o Valongo nunca baixou os braços e “caiu” pela margem mínima.

Carlos Nicolía esteve no banco, mas não jogou. No entanto, Pedro Nunes prometeu o regresso no próximo jogo.

Naquele em que para Pedro Nunes “o Benfica fez o melhor jogo de 2016”, os jornais realçam um excelente jogo, perante uma excelente moldura e que pode constituir um passo determinante dos encarnados rumo ao bi.

Com as atenções no Municipal de Valongo, A Bola e O Jogo reservam apenas o parágrafo final para sublinhar a subida do Sporting ao quarto lugar, que dá acesso à Liga Europeia. Os leões venceram a Juventude de Viana por 7-2 (1-1 ao intervalo) e “apanharam” o Valongo com 39 pontos, tendo, no entanto, vantagem no confronto directo sobre a equipa de Miguel Viterbo.

No Record, o espaço para lá de Valongo é para a descrição do caricato que aconteceu no Pico. Parte das malas dos dragões – que venceram o Candelária por 0-2 – não chegaram e os pupilos de Cabestany tiveram de jogar com as camisolas de aquecimento e calções emprestados pelo Candelária.

Sanjoanense com um pé na manutenção

Entre os outros jogos, houve uma partida que pouco ficou – se ficou… - atrás das emoções do jogo entre Valongo e Benfica. Em Barcelos, o Óquei (6º) recebeu a Oliveirense (3º) num jogo que terminou empatado a cinco. O capitão barcelense Luís Querido foi figura com quatro golos, mas a equipa de Oliveira de Azeméis nunca deixou que o duelo entre um semifinalista da CERS e um da Liga Europeia desequilibrasse decisivamente.

Na luta pela manutenção, o grande vencedor da ronda foi a Sanjoanense. Os alvinegros receberam e venceram a Física por 6-3 e estão agora seis pontos acima da linha de água.

Colados na “luta” estão Candelária, Braga e Física. Ainda nos lugares da manutenção, os picarotos perderam (0-2 com o FC Porto) e somam agora 16 pontos, mais um do que o Braga.

Os bracarenses venceram perante o seu público o Académico de Cambra – cada vez mais último, com nove pontos – por 6-5 e passaram a Física na classificação. O Braga soma agora 15 pontos e a Física tem 14.

A meio da tabela, o Paço de Arcos venceu o Turquel por 4-2. Depois de uma extraordinária série de resultados, o Turquel – confortável no 7º lugar - perdeu pela segunda vez consecutiva.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade