Notícia

Adroher, o mais certeiro

Jun 12, 2016

Com poucas decisões a sobrarem para a última jornada do Nacional da I Divisão, uma das poucas "classificações" que poderia mudar era a de melhor marcador.

Jordi Adroher entrava para a derradeira ronda com 49 golos, seguido de Reinaldo Ventura, que somava 45. E, apesar da derrota dos encarnados na recepção à Oliveirense (7-9), o catalão confirmou a distinção individual com mais dois golos, adensando as questões quanto à sua não chamada à selecção espanhola que vai disputar o Campeonato da Europa.

Reinaldo Ventura - que estará presente no Europeu - ficaria em branco no empate a três entre Óquei de Barcelos e Turquel.

Mais eficácia

Jordi Adroher chegou ao Benfica proveniente dos italianos do Breganze e um pouco na sombra do mediatismo de Marc Torra, que chegava do Barcelona.

O melhor desempenho em termos de golos acontecera em 2008/09, ao serviço do Vic. Terminou como máximo goleador da primeira fase da OK Liga, mas - totalizando 36 golos - acabou passado por Jordi Bargalló nos playoffs.

Aos 31 anos, Jordi não teve tarefa fácil para se impor e foi apenas com a lesão de João Rodrigues - no final de Novembro - que o catalão natural de Girona mostrou definitivamente o porquê do epíteto de "el mago".

Com uma contagiante alegria a jogar, os primorosos gestos técnicos já lhe eram reconhecidos. A estes juntou uma eficácia ímpar na sua carreira, para um total de 51 golos.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade