Notícia

Os dez de Itália em busca de um bi inédito

Jul 01, 2016

Massimo Mariotti já escolheu os 10 jogadores que vão representar a Itália no Campeonato da Europa e defender o título conquistado em 2014.

De uma lista alargada, o seleccionador italiano escolheu para viajarem até Portugal os jogadores Domenico Illuzzi, Federico Ambrosio, Alessandro Verona e Andrea Malagoli (Lodi), Francesco Compagno (Monza), Leonardo Barozzi (Viareggio), Marco Pagnini (Forte dei Marmi), Ricardo Gnatta e Giulio Cocco (Breganze) e Samuel Amato (Bassano).

"Checco" Compagno, , de 17 anos, é uma das novidades de Massimo

A convocatória mostra uma aposta continuada em valores emergentes, destacando-se a presença de Francesco Compagno que, há menos de um ano, esteve noutro Europeu... o de Sub-17.

Da Taça Latina, competição Sub-23 que se realizou em Abril, são chamados, para além de "Checco", também Verona e Cocco.

Noutras curiosidades, o italo-argentino Samuel Amato é o único jogador acima dos 30 anos e Andrea Malagoli estreia-se em grandes competições com a camisola "azzurra".

O desafio

Nunca na sua história a Itália conseguiu vencer dois Europeus consecutivos.

Apesar de ser sempre apontada como uma das favoritas - junto com Portugal e Espanha - a Itália não foi além de três conquistas nas 51 edições do Europeu, em 1953, 1990 e 2014. Uma segunda vitória consecutiva seria histórica e para esta missão hercúlea, Massimo conta com seis campeões de Alcobendas: Barozzi, Gnata, Ambrosio, Illuzzi, Verona e Pagnini.

A Itália está integrada no Grupo A, defrontando sucessivamente na primeira fase Inglaterra, Alemanha e França.

Ambrosio e João Rodrigues (em primeiro plano), Gonçalo Alves e Illuzzi (ao fundo) estarão em Oliveira de Azeméis
Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade