Notícia

«É um projecto novo, que agarrei com as duas mãos»

Jul 04, 2016

Sérgio Silva vai representar a equipa italiana do Pieve 010.

Depois de não ter sido feliz no final da temporada 2014/15 no Breganze - arreliado por uma lesão que inclusivamente o impediu de dar o seu melhor contributo na Final-4 da Liga Europeia - Sérgio regressava esta época ao Bassano, uma casa onde deixara saudades.

No Viareggio dos irmãos Bertolucci, saem os estrangeiros Sérgio Silva e Jepi Selva, entram Xavi Costa (Barcelona) e Xavier Rubio (Reus).

No entanto, a chegada do treinador Pino Marzella - com apenas uma jornada realizada - trouxe mudanças e, depois de um período de afastamento, o jogador português rumaria mesmo a Viareggio. De alvinegro, numa equipa recheada de veterania, logrou discutir na negra as meias-finais da LegaHockey com o Forte, mas falhou a final.

No Pieve 010, Sérgio Silva será também treinador-adjunto, dando início a outra fase da sua carreira.

Aos 42 anos, Sérgio Silva não perde a vontade de jogar e aceitou o desafio do Pieve 010. A equipa de Cremona chegou na Taça CERS aos quartos-de-final, mas na série A1 não evitou a descida. O jogador português, de créditos firmados em Itália (representou Prato, Follonica, Bassano, Breganze e Viareggio), disputará a A2 e tentará agora contribuir para o regresso da equipa ao principal campeonato italiano, não só como jogador mas também como treinador-adjunto.

Ao HóqueiPT, o jogador perspectiva a próxima temporada.

Sérgio Silva, que em Portugal representou Alverca, Tomar, Barcelos, Candelária e Benfica. conta com um vasto currículo, podendo orgulhar-se de ter sido determinante na única conquista da prova máxima de clubes por um clube italiano - a Liga Europeia pelo Follonica, em 2006 - e de ter feito parte da equipa portuguesa que em 2003 se sagrou campeã do Mundo em Oliveira de Azeméis.

Viana no Valença

Outro campeão do Mundo de 2003 que se recusa a pendurar os patins é Luís Viana, que vai representar o Valença. Apesar de ter sido melhor marcador do Sporting (com 29 golos, oitava melhor marca da I Divisão), Viana perdeu espaço no projecto leonino e regressa ao Minho, onde já brilhou ao serviço de Óquei de Barcelos e Juventude de Viana.

Relação de Luís Viana com o Sporting durou apenas um ano

O HóqueiPT já tinha aventado a possibilidade, que agora se confirma após resolução dos trâmites contratuais com o Sporting. e Luís Viana será um extraordinário reforço para o primordial objectivo da manutenção do recém-promovido Valença, com quem o profícuo avançado selou definitivamente o acordo a 30 de Junho, dia em que completou 40 anos.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade