Notícia

A Espanha é campeã europeia de Sub-17

Sep 11, 2016

Fotos: Luis Miguel Velasco Hevia

A Espanha venceu este sábado Portugal por 5-4, com golo de ouro, e conquistou o seu 17º Campeonato da Europa de Sub-17 numa final ibérica a que não faltou emoção.

Ainda não estavam decorridos dois minutos quando o capitão Carlos Ramos desperdiçou, de grande penalidade, a oportunidade de adiantar Portugal no marcador. Mas a vantagem lusa - que seria a única da partida - chegaria mesmo, por João Pedro Pereira a oito minutos do intervalo. A Selecção Nacional, com Alejandro Edo em bom plano, invalidava as iniciativas espanholas, não conseguindo no entanto segurar a vantagem até ao descanso. Marc Gonzalez restabeleceu a igualdade já no derradeiro minuto.

Hugo Santos terminou como o melhor marcador português, com 15 golos. Seguiram-se Miguel Moura e João Maló, com oito. Todos os portugueses marcaram neste campeonato e Hugo Santos marcou em todos os jogos.

Na segunda parte, Alejandro Joseph virou o resultado para a Espanha aos três minutos e meio, dando o mote para um autêntico "tú-cá-tú-lá" de golos. Xavier Pinho ainda desperdiçou a segunda grande penalidade da partida para Portugal, mas redimiu-se com o 2-2 a anular a primeira de três vantagens adversárias na etapa complementar. Hugo Santos respondeu a Miquel Grau para o 3-3 e João Maló não deixou que a Espanha festejasse em tempo regulamentar, ao apontar o 4-4 depois de Aleix Domenech ter, a três minutos do fim, alimentado o sonho dos adeptos espanhóis no Visiola Rollán de Mieres.

Nil Gamissans foi o herói do golo de ouro

Faltavam jogar dois minutos e o empate a quatro subsistiu até ao apito final, mas, ao contrário do que aconteceu há um ano no Luso, tal não foi suficiente para Portugal reclamar o título. A final de Mieres seguiu para prolongamento e a Espanha acabou por ser mais feliz. Nil Gamissans, jogador do Manlleu, foi o vilão no descontentamento luso, ao apontar a poucos segundos do intervalo do tempo extra o golo decisivo, de ouro para a Espanha, angustiante para Portugal que então já não tinha oportunidade de voltar a anular a vantagem.

Um ano volvido, o capitão espanhol Pol Manrubia, que terminou o decisivo jogo do Luso lavado em lágrimas depois do último remate da partida - seu - ter ido ao poste, teve razões para sorrir.

A conquista espanhola quebra um ciclo vitorioso português que se tinha iniciado em Setembro último e que compreendeu quatro vitórias consecutivas. Depois de terminar em terceiro no Mundial absoluto de La Vendée, Portugal venceu o Europeu de Sub-17 (Luso), o Mundial de Sub-20 (Vilanova i la Geltrù), a Taça Latina (Follonica) e o Europeu absoluto (Oliveira de Azeméis). O Campeonato da Europa de Sub-20, em Pully (Suíça), é o desafio para retomar as conquistas.

Classificação final

Para a história do 35º Campeonato da Europa de Sub-17, fica a classificação final: 1º Espanha, 2º Portugal, 3º França, 4º Alemanha, 5º Itália, 6º Andorra, 7º Suíça, 8º Inglaterra, 9º Israel e 10º Áustria.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade