Notícia

Dragões vencem 20ª Supertaça

Sep 24, 2016
Francisco Góis

Confronto entre o Campeão Nacional, S.L. Benfica, e o Vencedor da Taça de Portugal, F.C. Porto, da época 2015/2016.

Ambiente frenético no pavilhão acentuado pelo início de jogo não menos emocionante. Com apenas oito segundos de jogo Reinaldo Garcia colocava o F.C. Porto na frente. Vantagem ampliada por Gonçalo Alves na conversão de uma grande penalidade e por Hélder Nunes. A fechar os cinco minutos iniciais, João Rodrigues, S.L. Benfica, reduziu para 3-1.

Respondeu o F.C. Porto através da conversão de um Livre Direto com Hélder Nunes a bisar na partida. Por esta altura, a faltarem 12 minutos para o intervalo, Guillém Cabestany já tinha rodado todo o plantel, com exceção do guarda-redes suplente. A toada do jogo manteve-se com Vítor Hugo a colocar a diferença no marcador em quatro golos.

Reduziu novamente o S.L. Benfica desta feita por Miguel Rocha à entrada dos 10 minutos finais. Porém, o F.C. Porto manteve-se por cima com José Rafael Costa (Rafa) e Reinaldo Garcia, também ele a bisar na partida, a fixarem o resultado em 7-2 com que as equipas recolheram aos balneários.

No regresso do balneário o S.L. Benfica procurou regressar ao jogo e reduzir a diferença no marcador. E conseguiu-o efetivamente. Com o F.C. Porto a jogar com menos um devido ao cartão azul mostrado a Hélder Nunes, João Rodrigues fez o 7-3. O bis de Carlos Nicolia fazia com que, ao final dos primeiros cinco minutos da segunda parte, o S.L. Benfica reduzisse a diferença para 7-5. Numa jogada individual, Miguel Rocha colocava o marcador com a diferença mínima e a faltarem 17 minutos para o final da partida o jogo estava relançado.

A faltarem 15 minutos para o final, Hélder Nunes, num remate à entrada da área, quebrava o sentido do marcador e restabelecia a diferença de dois golos, completando o hat-trick. Gonçalo Alves, na conversão do Livre Direto resultante da 10ª falta do S.L. Benfica alargava a mesma para três golos, colocando a marcador nos 9-6. Também na conversão do Livre Direto da 10ª falta, mas desta vez do F.C. Porto, Carlos Nicolia fazia o seu hat-trick. À entrada nos 10 minutos finais, Hélder Nunes fazia o seu quarto golo no jogo num contra-ataque, ficando o marcador no 10-7. Vantagem que foi alargada por mais dois golos de Reinaldo Garcia.

Os cinco minutos finais da Supertaça António Livramento começaram com um desconto de tempo a ser pedido pelo S.L. Benfica que tinha pela frente uma recuperação de cinco golos para ainda poder empatar o jogo. Mas foi o F.C. porto que, na conversão de um Livre Direto resultado do cartão azul mostrado a Diogo Rafael, alargou a vantagem por intermédio de Vitor Hugo, estabelecendo o resultado final em 13-7.

O F.C. Porto vence assim o primeiro troféu da temporada 2016/2017, sendo o grande vencedor da Supertaça António Livramento.

Jogos relacionados

FC Porto
13 : 7
24 Set 20h30
SL Benfica
Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade