Notícia

Trio luso de olho na Coppa

Dec 26, 2016

Foto de capa: Alberto Vanelli | LegaHockey

Fotos no texto: Gabriele Baldi

A Coppa Italia terá lugar em Follonica entre os dias 24 e 26 de Fevereiro.

A candidatura do Follonica bateu a do Viareggio e da edilidade de Novara, tendo agora de confirmar a sua oferta pagando 8,000 euros obrigatórios acrescidos dos 12,100 euros que constituíram a sua oferta à federação italiana (FIHP) para levar o evento para a Toscânia.

O anúncio da proposta de organização vencedora surgiu poucos dias depois do fim da primeira volta da LegaHockey, principal campeonato italiano. À boa maneira da Copa del Rey em Espanha, a classificação no virar da prova qualifica (desde a temporada de 2013/14) oito equipas para disputar a "Taça".

Em Itália não há lugar a sorteios e os confrontos são alinhados numa primeira amostra do que pode vir a ser o playoff. O primeiro defronta o oitavo e assim sucessivamente, ficando desde já definidos os jogos dos quartos-de-final.

Assim, o Forte dei Marmi defrontará o Sarzana, o Lodi mede forças com o Bassano, o Viareggio terá pela frente o Monza e o Follonica tentará bater o Breganze.

Lodi venceu a Coppa em 2016. O Breganze - com Cabestany ao leme - venceu em 2015.

Portugueses

De fora da disputa da Coppa, ficaram o Correggio de Renato Castanheira, a dois pontos dos oito primeiros, e o Cremona de Sérgio Silva (e Cacau), a quatro. Mas há um trio de portugueses a poderem levantar o troféu.

Diogo Neves já apontou 9 golos, tantos como Renato Castanheira. Sérgio Silva soma 11.

O Lodi de Nuno Resende terminou a primeira volta a quatro pontos do líder Forte dei Marmi e surge na Coppa como detentor do troféu. A missão de defender o título conquistado em 2016 começa frente ao Bassano, de Diogo Neves, sétimo classificado em ano de alterações profundas no plantel. O Bassano procura, com um plantel rejuvenescido e assente no talento de Diogo e Marc Julià, voltar às glórias do passado. A última vez que os "bassaneses" venceram a prova foi em 2004... sob o comando de Carlos Dantas.

O melhor ataque na primeira volta do campeonato é de Lodi e Breganze (63 golos marcados). A melhor defesa é do líder e vigente campeão italiano, Forte (27 golos sofridos).

Ao cabo das 13 primeiras jornadas da LegaHockey, o Lodi tem, com 63 golos apontados, o melhor ataque da prova a par do Breganze. E quem tentará suster o fulgor atacante do Breganze, será o anfitrião Follonica de Marinho. Com cinco empates mas apenas com uma derrota (tal como Forte e Lodi), o Follonica terminou a primeira volta no quarto lugar e procura recuperar um troféu que foi seu consecutivamente entre 2005 e 2010.

Marinho é o terceiro melhor marcador em Itália e vai jogar em casa

O português Marinho, internacional por Moçambique, tem sido uma das figuras da equipa toscana, tendo já apontado 23 golos. No particular do acerto na hora de marcar golos, Marinho é apenas superado pelo italo-argentino Federico Ambrosio (Lodi), que já marcou por 25 vezes, e por Emiliano Romero, que já fez o "gosto ao stick" em 30 ocasiões. Destes, Romero estará ausente da Coppa, dado que o "seu" Giovinazzo ocupa uma modesta 11ª posição. De resto, do "top ten" de goleadores, quatro ficam foram da Coppa. Para além de Romero, Malagoli (Correggio, 21 golos), Cacau (Cremona, 18) e Dagostino (Giovinazzo, 15) também terão de viver as emoções da prova por fora.

História

A Coppa conquista em 2016 pelo Lodi foi a terceira na história do clube "giallorosso", juntando-se na lista dos mais vencedores a Breganze e Monza. Parecendo fraco pecúlio, será curioso constatar que nas 47 edições cumpridas desde 1966 apenas dois emblemas conquistaram por mais vezes a prova - o Follonica, por oito vezes, e o intocável Novara, em 20 edições - e que o troféu já consta na vitrine de 13 clubes.

O Viareggio é o "azarado" das edições recentes da Coppa. Venceu em 2011, mas nas últimas quatro edições foi três vezes batido na final. Na última edição, o finalista vencido foi o Bassano.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade