Notícia

Um Presidente na tribuna do Dérbi

Feb 07, 2017

Outras fotos: Real Federação Espanhola de Patinagem

Na jornada que fechou a primeira volta do Campeonato Nacional da I Divisão, o dérbi entre Benfica e Sporting gerava muita expectativa. Em Portugal e não só.

Na tribuna da Luz passou despercebida a muita gente a presença de Carmelo Paniagua, presidente da Real Federação Espanhola de Patinagem. Na liderança dos destinos da federação do país vizinho desde 2005, Carmelo não quis perder a oportunidade de assistir a um jogo com Guillem Trabal, Jordi Adroher, Pedro Gil, Sergi Miras e Ferran Font, todos internacionais espanhóis. "Queria ver em primeira mão os jogadores espanhóis que militam nestas duas equipas e ver 'in loco' um jogo entre duas das melhores equipas de Portugal", contou ao HóqueiPT, num claro juntar do útil ao agradável.

Os internacionais espanhóis Jordi Adroher - a bisar e com mais razões para sorrir no final - e Pedro Gil marcaram; Sergi Miras também marcou

O pavilhão da Luz esteve praticamente cheio, com um ambiente de fervoroso apoio às equipas. "Estava um ambiente extraordinário, com o público comprometido com a sua equipa, e um jogo muito aberto - vibrante em muitas ocasiões - e de uma grande exigência física", analisa. "Em Espanha não estamos habituados a ver jogos com estas características, excepto - talvez - na Copa del Rey", reflecte.

Em Espanha não estamos habituados a ver jogos com estas características.

A rivalidade entre Benfica e Sporting no Hóquei em Patins é exponenciada pela rivalidade futebolística, sendo que a estes dois clubes se junta ainda o Porto como potência eclética que tem no futebol o seu principal dínamo. Em Espanha, apenas o Barcelona se assemelha nestas características. "Creio que haver entidades que o seu principal activo é o futebol, ainda para mais sendo clubes de grande prestigio, ajuda muito ao desenvolvimento do Hóquei em Patins e também acrescenta uma componente de rivalidade atractiva para os adeptos, jogadores e meios de comunicação", opina Carmelo Paniagua.

Carmelo Paniagua (segundo da direita) em visita à Directora Geral do Desporto da Extremadura; "proximidade" foi pretexto para vir ao Dérbi

Don Carmelo

Carmelo Paniagua foi em 2016 reconduzido como presidente da RFEP, cargo que ocupa desde 2005. Também vice-presidente do Comité Olímpico Espanhol, eleito pelos presidentes das modalidades não olímpicas, Carmelo foi jogador de Hóquei em Patins no San Antonio de Pamplona, onde anos volvidos seria também treinador. O seu percurso como técnico começou no Club Atlético de Osasuna, e passou ainda pelo Redin e San Juan, antes de chegar à RFEP... pela Patinagem de Velocidade.

Vice-presidente da Federação Internacional de Desportos de Patinagem (FIRS), Carmelo apresentou em 2012 a sua candidatura à presidência do Comité Internacional de Hóquei em Patins (CIRH), tendo perdido, pese a excelente e ambiciosa proposta apresentada, as eleições para Harro Strucksberg. Por um voto, o dirigente alemão prolongou até este ano a sua permanência no cargo que ocupa desde 2001.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade