Opinião

Projectos Formativos e a Formação Desportiva

Feb 11, 2017
Luis Sénica

Luís Sénica ganhou tudo o que havia para ganhar a nível de clubes no Benfica e, no regresso à Selecção, conduziu Portugal a um adiado título internacional, com a conquista do Europeu em Julho último. É o actual Seleccionador Nacional e Director Técnico Nacional da Federação de Patinagem de Portugal.

Todos os projectos formativos estão condenados ao insucesso, se neles apenas projectarmos a variável competição ou o sucesso individual no seu primeiro momento!

O povo português é sábio em provérbios que nos podem dar indicações e alertas sobre muitas situações da vida, e creio que dentro deste âmbito podemos fazer ecoar alguns.

Devagar se vai ao longe

O processo, de formação do jovem praticante desportivo não poderá deixar de se traduzir num processo contínuo, evolutivo, desenvolvendo-se por etapas com características e objectivos naturalmente diferenciados. São etapas que acompanham a evolução psicofisiológica, os períodos de maturação das crianças e jovens, e que acompanham as suas diferentes estruturas de suporte.

A engatinhar se aprende a andar

Primeiro o ABC do Hóquei em Patins!

Constitui um grave erro, que - por desgraça - se repete, que um jovem hoquista que apenas domina as habilidades técnicas básicas, como sucede com muitos, dedique o seu tempo de treino predominantemente a preparar a sua participação em competições oficiais.

Ao ano andar, aos dois falar

A formação desportiva de um atleta, qualquer que seja a sua modalidade, tem obrigatoriamente que ser entendida como uma actividade educativa realizada por etapas e concretizada a longo prazo.

Não é por muito madrugar que amanhece mais cedo

A cultura da vitória no desporto infantil causa diariamente danos, muitos deles irreversíveis, nos mais jovens praticantes. Os tentáculos deste “polvo” envolvem também a qualidade da formação nos clubes, cujo desenvolvimento dos seus “talentos” fica condicionado de forma negativa, independentemente do escalão etário.

Boa é a demora, que torna o caminho seguro

Torna-se decisivo no processo desportivo do jovem praticante valorizar a importância da orientação para a “tarefa” (mesmo que leve tempo) em contraponto com a orientação para o “ego”, no intuito de reforçar/aumentar a probabilidade de prolongar a vida desportiva e diminuir a ansiedade competitiva.

Cadelas apressadas parem cães cegos

A especialização precoce permite a obtenção de resultados a curto prazo, mas limita a evolução posterior dos jovens praticantes.

Só uma percentagem muito reduzida de campeões em “idades jovens” chega ao “alto rendimento” na idade adulta.

De pequenino se torce o pepino

Pouco se ganha, mas certamente muito se perde, quando crianças e jovens participam em competições formais, organizadas à imagem e semelhança dos adultos e onde, semanalmente, são submetidas a uma rotina muitas vezes estereotipada, visando apenas o êxito rápido e descurando componentes decisivas para o seu Desenvolvimento Multilateral.

É uma realidade que a prática desportiva das crianças e jovens não está a atender às suas necessidades nem às etapas do seu desenvolvimento. A maior parte dos comportamentos e atitudes que se observam e registam não deviam ter lugar no desporto de crianças e jovens.

“Os agricultores que cultivam os pepinos precisam de dar a melhor forma a estas plantas. Retiram uns ‘olhinhos’ para que os pepinos se desenvolvam. Se não for feita esta pequena poda, os pepinos não crescem da melhor maneira porque criam uma rama sem valor e adquirem um gosto desagradável”.

Assim como é necessário para o crescimento dos pepinos, também as crianças e jovens necessitam de “agricultores” habilitados, que trabalhem com uma visão holística sustentada num modelo alinhado e integrado que visa o desenvolvimento do atleta a Longo Prazo, quer do ponto de vista técnico, táctico, físico ou comportamental. E isto inclui a ética, o fair play e a construção do edifício do carácter ao longo das várias etapas.

Regue com Saber os seus os jovens Hoquistas diariamente e terá no futuro Atletas com Paixão e Competências para jogar o nosso jogo!

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade