Europeu '14

Ricard Muñoz e o jogo de Portugal

Jul 18, 2014

Ricard Muñoz, treinador do Barcelona, acedeu a dar ao HóqueiPT a sua visão do jogo entre Portugal e a Alemanha, reconhecendo a superioridade lusa pese a boa réplica alemã.

“Na primeira parte as duas equipas apostaram num jogo muito ofensivo e realmente foi um bom espetáculo. Vi uma Alemanha sem complexos e Portugal no seu estilo habitual, muito vertical e criando muitas oportunidades. Apanhou-se com dois golos de desvantagem e penso que isso os afectou. Mas, pouco a pouco, voltaram ao jogo e, quando passaram para a frente do marcador, em termos de qualidade individual Portugal foi muito superior”, destacou o técnico blaugrana.

“Fizeram uma boa leitura de jogo na segunda parte, com mais paciência, com mais temporização e creio que o resultado reflecte a grande superioridade de Portugal”, observou.

A surpresa alemã

Depois de estar a ganhar por dois golos à Itália, a Alemanha esteve a ganhar também por dois a Portugal, surpreendendo o treinador campeão europeu de clubes. “A Alemanha pareceu-me muito forte fisicamente mas sem nenhuma precaução defensiva. Pensava que iam acusar o resultado do jogo anterior com a Itália, em que perderam nos últimos segundos, mas não. Criaram muitas situações ofensivas, aguentaram-se muito bem, têm dois jogadores muito rápidos, com muita qualidade - os irmãos Karschau - mas na segunda parte sentiram-se superados”, resumiu.

Portugal ou Espanha, quem será o mais forte?

Ainda antes de ser conhecido o desfecho do jogo entre Espanha e Itália, Ricard Muñoz falou sobre Portugal e Espanha. “Estamos a falar de selecções de um nível muito semelhante. Há dois anos, em Paredes, já se viu a grande proximidade entre as duas seleções e tudo se decidiu no último minuto”, relembrou. “Portugal está a fazer uma renovação e, com os jovens que vai integrando, creio que está a ganhar um toque diferente”, considerou. “É certo que se vai decidir na última jornada, também com um grande equilíbrio, e acredito que vai ser um grande momento de hóquei”, desejou.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade