Notícia

Luís Querido de malas feitas

Mar 09, 2017

Luís Querido deverá reforçar os italianos do Lodi na próxima temporada.

O capitão do Óquei de Barcelos, Luís Querido, estará de malas feitas para Itália, onde defenderá as cores do Lodi sob a batuta do português Nuno Resende.

O capitão tem uma grande ligação aos seus adeptos

Filho do ex-seleccionador nacional José Querido, Luís fez a maior parte da sua formação no Barcelos, mas rumou, com idade júnior à Corunha, para representar o Liceo. Depois de se sagrar campeão espanhol de juniores dois anos seguidos, não resistiu ao apelo do Barcelona onde, em 2009/10, no seu último ano de júnior, chegou a ser chamado aos trabalhos da equipa principal.

Na subida a sénior, regressou a Portugal. Esteve um ano em Porto Santo, outro em Almeirim e voltou ao "seu" Barcelos em 2012.

Luís Querido soma 13 golos no Nacional da I Divisão

Aos 26 anos (completa 27 em Agosto), Luís Querido é o capitão aguerrido de uma equipa valorosa, que, sob o comando de Paulo Freitas, tem batido o pé aos "grandes" no seu reduto e que, em 2016, conquistou a Taça CERS.

O triunfo na CERS - perante um Municipal de Barcelos em delírio - marcou o regresso às conquistas europeias, 21 anos depois e o troféu foi recebido e levantado por Luís Querido.

No triunfo da CERS, com Hugo Costa: os dois - e Zé Pedro - fizeram a formação juntos no Barcelos

Nessa caminhada vitoriosa na Europa, o Barcelos passou por Lodi. Empatou a seis depois de uma vitória por 8-4 na "Catedral" e qualificou-se para a Final Four. Em Itália, Luís Querido marcou um dos golos.

Para já, o capitão está focado nos objectivos do Barcelos. No Nacional, o Óquei segue em quinto, próximo dos quatro assumidos candidatos, e está na luta pela revalidação da Taça CERS. Com um golo de desvantagem na eliminatória, os barcelenses recebem este sábado o Vilafranca na expectativa de vencerem e de marcarem presença na Final Four pelo terceiro ano consecutivo.

Para além de Querido, Vieirinha também estará de saída do Barcelos no final da temporada, para representar o Benfica

O Amatori Lodi

Com a camisola giallorossi, Luís Querido vai encontrar uma equipa sem Federico Ambrosio - que vai representar o Breganze - mas recheada de jovens com enorme potencial, como Giulio Cocco ou Alessandro Verona. Muito à imagem do Óquei de Barcelos.

O Lodi lidera a LegaHockey, principal campeonato italiano, e - apesar do insucesso na Coppa Italia (caiu nos "quartos") - é o grande candidato à conquista do "scudetto", que lhes escapa desde 1981.

Na Europa, Nuno Resende conduziu a sua equipa a um brilhante segundo lugar no grupo A da Liga Europeia, deixando o Vic pelo caminho, e vai defrontar nos quartos-de-final a Oliveirense por um lugar na Final Four.

Alessandro Verona é um dos jovens talentos do Lodi
Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade