Notícia

A dança na baliza do Reus

Mar 23, 2017

Ao contrário do que acontece em Portugal, as transferências no Hóquei em Patins espanhol não são perseguidas pelos "media". São conhecidas no meio, mas há uma espécie de "pacto de silêncio" que impede a sua divulgação.

Mas, nos últimos dias, a baliza do Reus tem merecido particular atenção. Com ecos posteriores na comunicação social portuguesa, primeiro foi avançada notícia do interesse do Reus em tentar garantir Pedro Henriques a título definitivo, depois - e face à nega do Benfica - foi a decisão dos "reusences" de procurar uma outra solução, e agora o concretizar do acordo entre o clube orientado por Enrico Mariotti e Càndid Ballart, guarda-redes do Voltregà já antes dado como alternativa ao internacional português.

Càndid Ballart sucederá a Pedro Henriques na baliza do Reus

Ballart, que completa 25 anos em Setembro, chegou ao Voltregà em 2015, proveniente do secundário Arenys de Munt, com a árdua missão de ocupar o posto de um histórico do clube azul-e-branco, Roger Torelló. Depois de uma primeira época em que a equipa esteve longe de corresponder aos seus pergaminhos, Ballart é nesta segunda época a trave-mestra da defesa menos batida da OK Liga, com apenas 41 golos consentidos, menos três do que o líder Barcelona. O Voltregà está em quinto lugar, a dois pontos do quarto, o Liceo de Henrique Magalhães.

Segundo o Diari de Tarragona, o Reus e Ballart oficializarão a ligação no final da temporada, por - pelo menos - duas épocas.

Pedro Henriques regressa à Luz

O acordo com Càndid Ballart traz certeza à anunciada possibilidade do regresso de Pedro Henriques ao Benfica, uma época depois de ter sido cedido e de se ter afirmado no Reus.

Pedro Henriques chegou ao Benfica em 2004, para os Iniciados (Sub-15), depois de ter representado Sporting (uma temporada) e Paço de Arcos, onde começou a patinar. Esta temporada é a segunda de "empréstimo" do guarda-redes, depois de, ainda júnior, ter defendido a baliza do Parede.

Pedro Henriques reencontra Trabal na Luz

Na próxima temporada, Pedro reeditará com o catalão Guillem Trabal - cuja renovação estará assegurada - a dupla de guarda-redes que entre 2013 e 2016 esteve na conquista de dois Campeonatos Nacionais, duas Taças de Portugal e uma Liga Europeia.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade