Notícia

Porto apura-se na Linha

Apr 06, 2017

O Porto carimbou a passagem aos quartos-de-final da Taça de Portugal com uma concludente vitória em Oeiras por 2-10. Mas o resultado final está longe de ilustrar as dificuldades sentidas pelos dragões em fugirem no marcador.

Jorge Silva foi o primeiro a marcar na primeira e na segunda parte

Com o pavilhão completamente cheio, a primeira metade da partida foi pautada pelo equilibrio. Jorge Silva inaugurou o marcador aos oito minutos, mas André Martins ("Keke") responderia logo no minuto seguinte com a igualdade. E só voltaria a haver golos nos derradeiros quatro minutos antes do intervalo.

Capitaneado por Tiago Nogueira, o Oeiras está em segundo na zona Sul da II Divisão, na luta pelo regresso ao escalão maior

As oportunidades surgiam junto de uma e outra baliza, e o Oeiras dispôs mesmo de uma soberana ocasião para se adiantar, mas Tiago Nogueira desperdiçou da marca de grande penalidade. De resto, as bolas paradas foram pecha na noite do emblemático clube da Linha que conta, por exemplo, três conquistas na extinta Taça das Taças. Nem Nogueira - que também falharia de livre directo - nem Garção, também de grande penalidade, lograram ganhar no um-para-um com Carles Grau.

Telmo Pinto bisou, tal como Jorge Silva e Gonçalo Alves

Carregou o Porto para recolher em vantagem aos balneários. Apesar de Gonçalo Alves também não marcar de grande penalidade, Telmo Pinto e Vítor Hugo colocaram o resultado em 1-3.

No reatamento, o Oeiras entrou com vontade de disputar a eliminatória apesar da desvantagem. Foi novamente Jorge Silva o primeiro a marcar, mas o golo de André Garção - num excelente movimento - relançava a partida a quinze minutos do final.

André Garção

No entanto, dois "mísseis" destroçariam as aspirações dos anfitriões. De meia distância, Gonçalo Alves e Hélder Nunes, em dois disparos fortíssimos, bateram António Mendonça ("Toni") e elevaram a vantagem azul-e-branca para quatro golos, resolvendo definitivamente a questão do vencedor.

Toni não resistiu à quebra da equipa na fase final da partida

O Oeiras abriu defensivamente e o marcador foi para números que os da Linha não mereceriam. Telmo Pinto, Gonçalo Alves, Ton Baliu e Rafa, este último a "apadinhar" a entrada do guarda-redes Bernardo Silva com um remate rasteiro colocado, castigaram a ousadia dos pupilos de Rui Vieira durante grande parte do jogo, quebrando nos minutos finais.

Oliveirense nos "quartos"

No caminho para a defesa do troféu conquistado na pretérita temporada, o Porto irá agora defrontar - a 6 de Maio - a Oliveirense.

A equipa orientada por Tó Neves venceu, também esta quarta-feira, a Juventude de Viana por 7-4, com João Souto em destaque ao assinar um poker.

Jogos relacionados

AD Oeiras
2 : 10
5 Abr 21h00
FC Porto
Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade