Notícia

Portugal primeiro, defronta a França nas 'meias'

Apr 14, 2017

Portugal e Argentina venceram os derradeiros jogos da fase de grupos e garantiram o primeiro lugar. Nas meias-finais, os portugueses defrontam a França e os argentinos reeditam a final do último Mundial com a Espanha.

Ao terceiro dia, entraram primeiro em pista as equipas já "condenadas" a jogar para a segunda metade da classificação.

Primeiro, Chile e Angola, com muito a evocar o Sporting no desenrolar do jogo. Nico Fernandez - o do golo decisivo para o Sporting na final da Taça CERS em 2015 - deu vantagem aos chilenos, mas os actuais jogadores leoninos, da selecção angolana, viraram o jogo. João Pinto igualou e André Centeno consumou - e de que maneira - a reviravolta, com um golo na primeira parte e dois na segunda. Já no último minuto, Nicolàs Carmona reduziu para 2-4, insuficiente para evitar o último lugar no grupo A.

No grupo B, Montreux não resistiu ao poderio italiano, apesar de continuar a protagonizar uma prova digna de registo. A selecção de Massimo Mariotti venceu por 9-5, infligindo à equipa orientada por Mateo de Ramón mais golos do que esta sofrera nas duas primeiras partidas. Marco Pagnini contribui com um poker, enquanto Xavier Terns, jogador catalão do Montreux, respondeu com um hat-trick. Este sábado, a Itália defronta o Chile, ao passo que Angola mede forças com o organizador Montreux.

Itália e Chile vão reencontrar-se depois de um emotivo 5-4 - favorável aos italianos - no Mundial 2015.

Seguiram-se dois jogos já com sabor a meias-finais, quiçá a final.

Num jogo em que claramente pesou a vontade de descansar para o dia seguinte, Portugal venceu a Espanha por 2-0, com dois golos obtidos na primeira parte. João Rodrigues e Rafa fizeram os golos do contentamento luso e a selecção portuguesa garantiu o primeiro lugar do grupo A, ficando à espera do jogo que se seguiria para conhecer o adversário.

Quando Argentina e França entraram em rinque, já sabiam que quem ganhasse defrontava a Espanha e quem perdesse teria pela frente Portugal. E nenhuma das duas selecções parecia desejar ter o grupo liderado por Luís Sénica no caminho.

Argentina e Espanha voltam a defrontar-se depois dos argentinos terem conquistado o Campeonato do Mundo com uma vitória por 6-1 sobre os então pentacampeões mundiais.

A Argentina adiantou-se, por Lucas Ordoñez, mas Carlo e Roberto Di Benedetto viraram o marcador antes do intervalo.

O reatamento foi vertiginoso. Em cinco minutos, a Argentina marcou por quatro vezes - três delas por Nicolía - e a França por uma, deixando o resultado em 5-3 favorável aos argentinos. Foi um pressing para "matar" a partida... mas os gauleses não se deixaram abater com facilidade.

Esta França tem mostrado poder surpreender os "grandes" e, novamente com golos de Carlo e Roberto Di Benedetto, restabeleceu a igualdade a 12 minutos do final. Todavia, mais uma vez, faltou o concretizar da surpresa.

Nicolía, Ordoñez e Roberto Di Benedetto assinaram hat-tricks.

Franco Platero e Lucas Ordoñez voltaram a dar dois golos de vantagem aos campeões do Mundo, suficientes para garantir o primeiro lugar no grupo B e o cruzamento com a Espanha nas "meias". A França defrontará Portugal.

Provas relacionadas

Taça das Nações - Fase de grupos
Taça das Nações - Finais
Taça das Nações - Meias-finais
Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade