Notícia

Benfica reforça Sub-20

Jun 10, 2017

Enquanto o mercado vai definindo as equipas que na próxima temporada evoluirão no principal campeonato português, os clubes trabalham também a nível da construção dos planteis da formação.

Se o Sporting verá chegar um valoroso trio de Valongo - Tomás Pereira (para os Sub-20) e João Pedro Pereira e Tiago Freitas (Sub-17) -, o Benfica reforça-se com outros dois talentosos jogadores, hoje Sub-17, mas Sub-20 na próxima temporada.

Hugo Santos, da Sanjoanense, é um jogador letal. Campeão europeu de Sub-17 ao lado de Tomás Pereira (Luso, 2015), saiu do Valongo para a Sanjoanense (de onde é natural) já com a época 2015/16 a decorrer para somar números impressionantes.

Esta temporada, Hugo Santos soma 97 golos distribuídos pelos campeonatos nacionais de três escalões diferentes. Se no "seu" escalão, 20 golos nem impressionam numa lista de melhores marcadores que é liderada por João Maló (27), seu futuro companheiro no Benfica, será preciso lembrar que a Sanjoanense se ficou pela primeira fase, disputando apenas dez partidas, quando o campeonato já vai em 15 para as que passaram à fase seguinte.

Hugo Santos foi campeão Europeu de Sub-17 no Luso

Já os números nos Sub-20 são "ridículos". A Sanjoanense lidera a fase de apuramento de campeão a par do Benfica e, ainda com seis jornadas por disputar, o "juvenil" Hugo Santos soma 71 golos, mais 14 que o segundo melhor, Gonçalo Domingues, do Oeiras.

As prestações de Hugo foram reconhecidas com a chamada à equipa principal em sete ocasiões para o Campeonato e, se nas primeiras vezes ficou a ver o jogo do banco, não demorou a facturar quando começou a rolar em pista, apesar da situação incómoda da Sanjoanense (já despromovida). Nas duas últimas partidas do melhor Campeonato do Mundo, Hugo Santos apontou seis golos: dois na deslocação à Luz (derrota por 9-4) e os quatro da derrota por 4-5 da Sanjoanense com o Valongo.

De uma geração que surpreende em Espanha

Quando Hugo Santos nasceu, a 3 de Abril de 2000, Miki Grau completava os seus primeiros dez dias de vida na outra ponta da Península Ibérica... e, numa rara "transferência" em escalões de formação da Catalunha para Portugal, será também reforço dos Sub-20 encarnados.

Miquel Grau cresceu no Arenys de Munt e com ele cresceu uma geração fantástica, que tem impressionado nos escalões de formação em Espanha. Em Setembro último, o seleccionador Ivan Sanz chamou cinco do "desconhecido" emblema de Arenys de Munt - Arnau Anglas, Gerard Pérez, Aleix Domènech, Alex Joseph e Miquel Grau - e conquistou um campeonato da Europa de Sub-17 que fugia desde 2012.

Miki é o irreverente desta geração. Rápido a sair para o ataque, tem uns truques na manga mais condizentes com a imprevisibilidade dos portugueses do que com o rigor dos catalães. Capitaneou a equipa de Sub-17 do Arenys de Munt à conquista do título nacional, selado com um categórico 4-0 sobre o Barcelona na final, mas - mais importante - fez parte de um projecto arrojado que terminou com a subida do Arenys à OK Liga.

Os Sub-17 do Benfica defrontaram o Arenys de Munt nas meias-finais da última edição da Eurockey. Venceram os catalães por 4-2, com um golo de Miki.

Na Primera División (equivalente à segunda portuguesa), o Arenys pegou num punhado de veteranos e "misturou-os" com os seus talentos Sub-17. Miki foi chamado por 15 vezes à equipa principal e marcou um golo no empate a dois frente ao ex-primodivisionário Calafell.

Hugo Santos e Miki Grau chegarão à Luz para integrar as equipas de Sub-20 e "B" do Benfica. Esta temporada, a equipa "B" terminou a Zona Sul da II Divisão em terceiro, com os mesmos pontos da Física (2º), enquanto, como acima referido, os Sub-20 lideram a fase de apuramento de campeão a par da Sanjoanense. Outros "reforços" chegarão dos Sub-17, que já garantiram a presença na decisiva Final Four.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade