Europeu '14

De Ramon e o primeiro de muitos passos

Jul 25, 2014

A Suíça terminou o Campeonato da Europa no último lugar mas o seleccionador Mateo de Ramon ficou satisfeito com a sua equipa.

“Viemos cá com o objectivo muito claro. Temos o projecto da Federação Suíça de tentar subir o nível do hóquei em patins através de campus, seminários com treinadores de formação nos diferentes clubes e aproveitarmo-nos disso a médio/longo prazo”, assumiu, relegando – para já – a selecção para segundo plano.

“Esta selecção é uma selecção renovada em relação ao Mundial de Angola. Só ficaram três jogadores de pista e um guarda-redes. É gente jovem que não está habituada a este sistema de competição e o Europeu serviu para ganharem experiência, evitarem cair na individualidade, como conseguimos contra a Itália e contra a Alemanha”, referiu.

O capitão Pascal Kissling foi um dos jogadores em destaque na selecção helvética.

Pese as cinco derrotas registadas em outros tantos jogos, Mateo explica porque ficou satisfeito. “Estou bastante satisfeito porque, com o pouco tempo de preparação de que dispusemos, conseguimos uma coisa: formar um grupo, com gente com vontade de jogar na selecção e representar o país, algo que estava a faltar”, confidenciou, frisando que este foi o primeiro passo de uma longa caminhada. “Vamos agora rever estas partidas em vídeo, e ir construindo esta equipa passo-a-passo. Construir uma equipa não é fácil e tínhamos bem presente o que vínhamos fazer, não tínhamos as expectativas altas. Por exemplo hoje [ndr: frente à Alemanha], soubemos jogar em equipa”, congratulou-se.

Para o seleccionador helvético será importante os seus jogadores passarem a mensagem. “Contarem esta vivência vai levar a que outros jogadores possam querer voltar à selecção e que possamos elevar um pouco o nível”, confia.

O próximo compromisso de selecções da Suíça será o Torneio das Nações, a realizar em Montreux já em 2015. Mateo de Ramon terá um torneio ingrato dado que no mesmo evento orientará a Suíça mas também o anfitrião Montreux HC. Caso aconteça um embate entre os dois conjuntos, Mateo de Ramon estará no banco helvético, enquanto o clube da casa será dirigido pelo seu adjunto.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade