Notícia

Oeiras reinventa-se para a subida

Jul 29, 2017

O Oeiras prepara a nova temporada com a ambição de regressar ao convívio dos grandes.

O histórico emblema da Linha que entre 1976 e 1979 venceu as três primeiras edições da Taça das Taças vai entrar na sua oitava temporada consecutiva na Zona Sul da II Divisão com o claro objectivo de pôr um ponto final nesse périplo longe dos palcos maiores.

As mudanças começam logo na equipa técnica.

Paulo Garrido, no Paço de Arcos

Paulo Garrido, timoneiro na última subida do Oeiras à I Divisão quando, em 2008, na sua segunda temporada à frente da equipa, celebrou também o título de Campeão Nacional da divisão secundária, substitui Rui Vieira no cargo de treinador.

Garrido chegou ao comando técnico do Oeiras em 2006, depois de ter liderado o Benfica a partir de 2003. Após a subida com o Oeiras em 2008, conseguiu um quinto lugar, mas na segunda temporada não conseguiria garantir a manutenção. Paulo Garrido assumiu então (em 2010) o comando do Paço de Arcos, trazendo a equipa da II à I Divisão. Saiu em 2012, mas regressaria - após período sabático longe dos bancos - em 2014, aí permanecendo até Dezembro último, quando apresentou a sua demissão.

Experiência e irreverência

Com o objectivo da subida, o Oeiras aposta em cinco reforços. Destes, o argentino German Dates, 38 anos, aporta experiência e um inquestionável conhecimento do Hóquei em Patins português. German chegou a Portugal em 2003 para o Académico de Cambra, tendo representado também em terras lusas Braga, Porto Santo, Física e Turquel antes de rumar à Suíça em 2016, para representar o Uri na temporada que agora terminou.

Diogo Neves e Miguel Sardinha

Para contrapor à experiência de German, o Oeiras garantiu o concurso de quatro jovens promessas nacionais, protagonistas maiores do último campeonato nacional de Sub-20. Diogo Neves sagrou-se campeão pelo Benfica e Gonçalo Conceição, Tomás Moreira e Miguel Sardinha terminaram vice-campeões.

Gonçalo Conceição

Na temporada que findou, os quatro jovens acumularam também experiência entre os seniores, jogando pelas equipas "B" de águias e leões. Diogo Neves foi terceiro na Zona Sul da II Divisão, enquanto os três leões garantiram a subida da III à II Divisão.

Conceição e Moreira estiveram também activos ao nível da Selecção Nacional de Sub-20, sagrando-se campeões da Europa do escalão em Pully, em Outubro último.

Tomás Moreira

Outro reforço Sub-20 para a equipa principal, mas "da casa", é Gonçalo Domingues. O jovem jogador do Oeiras foi o segundo melhor marcador do Campeonato Nacional/Taça Nacional de Sub-20 e será presença mais assídua na equipa que procurará a subida.

À porta

Desde que desceu em 2010, não mais o Oeiras logrou o regresso ao convívio dos grandes. A equipa tem sido assídua nos lugares cimeiros da Zona Sul da II Divisão, mas tem falhado um lugar entre os dois primeiros. Desde a descida, o Oeiras terminou em quarto em três ocasiões (2010/11, 2011/12 e 2014/15), em terceiro em 2013/14 e em quinto nas duas últimas temporadas. Apenas em 2012/13, com um oitavo lugar, é que a equipa listada terminou mais longe dos lugares de possível promoção.

Porto visitou Oeiras para a Taça e o pavilhão da ADO encheu

Na temporada que terminou, os holofotes voltaram a apontar para Oeiras quando o Porto aí se deslocou nos oitavos-de-final da Taça de Portugal. Apesar de uma primeira parte equilibrada, os dragões venceriam por 2-10 e prosseguiriam até à conquista da prova.

Associação Desportiva de Oeiras 2017/18

Guarda-redes

Antonio Mendonça ("Tony") e Bernardo Salvador

Jogadores de pista

Diogo Alves, Diogo Neves (ex-Benfica), German Dates (ex-Uri, Suíça), Gonçalo Conceição (ex-Sporting), Gonçalo Domingues, Miguel Sardinha (ex-Sporting), Paulo Jesus, Tiago Nogueira e Tomás Moreira (ex-Sporting)

Treinador

Paulo Garrido

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade