Notícia

«Passado é passado»

Sep 22, 2017

O vice-presidente para as modalidades, Domingos Almeida Lima, o treinador Pedro Nunes e o capitão Valter Neves subiram ao palco para apresentar esta quinta-feira o Benfica, versão 2017/18.

No lançamento da nova temporada, Almeida Lima saudou os jogadores. "Quero desejar-lhes uma óptima época, que não acabe como acabou o ano passado", declarou, recordando a polémica da última jornada do Nacional em que um empate a cinco com o Sporting - com um golo anulado ao Benfica perto do fim do jogo - coroou o Porto como novo campeão. "Para a generalidade das pessoas que seguem o Hóquei em Patins, vocês são os campeões da época transacta, embora nos registos oficiais não possam ser", disse, antes de olhar definitivamente para a temporada que se vai preparando. "Passado é passado, já não vamos falar mais nisso", atalhou.

Em 2016/17, o Benfica ficou à margem dos títulos nacionais, o que não acontecia desde 2008/09. Mas juntou mais um título europeu - a Taça Continental - ao seu palmarés.

"Temos o grande desafio de alcançar novamente o ceptro que nos é devido. E o grande desafio que vos deixo é que de facto dêem uma resposta colectiva e individual ao nível das vossas capacidades, porque se assim for tenho a certeza que os titulos serão nossos", garantiu. "Com as vossas capacidades e com o respeito que devem ter sempre pelo adversários, mas sempre com o objectivo desta casa que é ganhar titulos, se honrarem essa camisola que envergam de certeza que ganham títulos", continuou na sua mensagem aos jogadores. "Vamos para a frente", concluiu.

Pedro Nunes

Também Pedro Nunes fez questão de pôr uma pedra sobre a pretérita temporada. "A época passada para nós é assunto encerrado, que seja a última vez que falemos dela", vincou, afastando possíveis fantasmas. "Não pensem que o Benfica é uma equipa traumatizada, porque não é. Perdemos e toda a gente sabe porque perdemos. Esta é uma nova época e como tal esta equipa também tem uma nova vida. Renova a sua ambição, o desejo de conquistar titulos, mas - acima de tudo - renova o compromisso, a atitude, a humildade, e a ambição - repito - em conquistarmos todas as provas. Se alguém ficou com a ideia de que, no final da época, éramos uma equipa revoltada, estão correctos. E continuamos a ser uma equipa revoltada, de forma positiva. Queremos demonstrá-lo, não só no nosso trabalho diário, mas fundamentalmente em todos os jogos que formos disputar", declarou, sublinhando os objectivos de vitória. "Esta é uma equipa à imagem do Benfica, com o objectivo de disputar todas as provas até ao final e vencê-las. Outra coisa não pode ser, a história e o ADN deste clube assim o dizem e esta equipa não foge à regra", realçou.

O grupo de trabalho ficou esta semana completa com a chegada dos "mundialistas". "Começou agora a nossa caminhada relativamente àquilo que é o nosso desejo de continuar a ganhar mais ao serviço do Benfica", disse o capitão Valter Neves. "Nesta fase o objectivo é sempre de criar rotinas dentro e fora da pista, mas mantendo-se as linhas condutoras do últimos anos, esse processo não será difícil", explicou.

À espera de respostas

O final da época passada ficou marcado pela contestação encarnada sobre o lance e o jogo que decidiria o título e, de forma genérica, sobre o trabalho da Federação de Patinagem de Portugal. Apesar de afirmar que "passado é passado", o vice-presidente Almeida Lima continua à espera de respostas.

"Não quero dar aqui a figura de que o Benfica é um clube reguila, mas é o seguinte: nós protestámos e protestámos com factos. Apresentámos uma exposição à Federação, com factos concretos, que ocorreram ao longo de toda a época, que prejudicaram seriamente esta equipa. Até agora nao temos resposta. Antes de começar o campeonato quero pedir uma reunião, primeiro de tudo para saber o que a Federação tem contra o Sport Lisboa e Benfica", afirmou.

Domingos Almeida Lima

"Há coisas que não se percebem, e vou dar só um exemplo. O Campeonato Mundial de Hóquei feminino... o Benfica ganha todas as provas há cinco anos. Quem ganha desta maneira, é óbvio que é a melhor equipa. Teve duas atletas convocadas", constatou. "É um pequeno pormenor, posso ir mais além - na convocatória dos masculinos, também -, mas é um pequeno pormenor...", reforçou.

E Almeida Lima pedirá mais. "Em segundo, é exigir que respondam à exposição que fizemos, que na altura foi remetida para canto, não para os orgãos competentes, mas até agora não há resposta nenhuma. Isto já foi feito 15 dias depois do campeonato ter acabado", lamentou. "Vamos ver... é uma exposição muito bem organizada, e nós queremos saber, com estes factos, porque se passaram determinadas decisões e não temos resposta. Já vai sendo habitual nesta federação, mas nós vamos querer ter resposta às questões que apresentámos. É uma questão de honra para nós, nem que seja para nos dizerem que não tinhamos razão.... e depois vamos confrontar se temos ou não temos razão. Mas queremos, merecemos e exigimos essa resposta", reclamou.

É uma questão de honra para nós, nem que seja para nos dizerem que não tinhamos razão (...) mas queremos, merecemos e exigimos essa resposta.

"Estamos num país democrático, o país dos armários fechados já acabou. As portas agora abrem-se e fecham-se, e portanto a Federação tem de responder e não escudar-se que mandou para o conselho de A, B ou C... ou então que respondam esses conselhos. Não é pensar que o tempo vai desculpar todas estas irregularidades. Vamos continuar a querer saber porque nos prejudicam", afiançou.

Tendo abordado a questão da convocatória feminina, Almeida Lima foi questionado sobre a posição do clube quanto à convocatória de Diogo Rafael e João Rodrigues, vice-campeões mundiais na China, dado que tem havido muito ruído entre os adeptos em torno da decisão de ambos em representarem o seu país. "Enquanto clube, não temos [posição]", respondeu de forma seca.

Reforços

Pedro Henriques, que regressa de um empréstimo ao Reus, e Miguel Vieira ("Vieirinha"), ex-Barcelos, são os reforços encarnados para a nova temporada. "São dois jogadores que vêm reforçar uma estrutura que já existe há bastante tempo", referiu Pedro Nunes. "O Pedro [Henriques] é um regresso, que nós saudamos, e que eu particularmente vejo de uma forma bastante positiva", frisou sobre o guarda-redes. O Miguel Vieira é um jovem já com provas dadas e que certamente nos irá ajudar na tentativa de conquistarmos tudo aquilo que ambicionamos, ou seja, todas as provas em que estamos envolvidos", desejou.

Esta temporada, o reforço Vieirinha será não só o estreante com a camisola do Benfica mas também o benjamim da equipa, tendo completado 21 anos no início do mês. E coube-lhe enfrentar as questões dos jornalistas no final desta conferência de imprensa de apresentação.

Reforço Vieirinha será mais um internacional no plantel encarnado

"É um grupo fantástico, estou a integrar-me muito bem", destacou desde logo, vincando estar onde sempre sonhou estar. "Desde pequeno que sou benfiquista. Era um objectivo jogar num clube grande e em particular no Benfica, que é o meu clube de coração. Não posso estar mais orgulhoso de mim próprio e só tenho de agradecer a confiança do treinador e do vice por me deixarem representar este clube", afirmou.

Vieirinha esteve na Selecção Nacional na última Taça das Nações, em Montreux, com Pedro Henriques e João Rodrigues e terá ao seu lado outros mundialistas como Diogo Rafael, Carlos Nicolia ou Jordi Adroher. "É um orgulho estar ao lado deles no balneário. Reconheço o valor deles, sei que também tenho o meu valor, vamos formar um grupo muito forte e, onde jogarmos, é jogar sempre para ganhar", garantiu.

Num olhar sobre os rivais, Vieirinha não esqueceu o ex-colega - de Barcelos e Selecção - Alvarinho. "É um jogador muito bom para a sua idade e não houve mais nenhuma mexida", referiu sobre o valor do Porto. Sobre o Sporting, vai esperar para ver. "Acho que estão melhores, mas isso depois depende do momento da época, depende de muita coisa...", observou. E o foco para Vieirinha é o Benfica. "Vamos jogar sempre para ganhar, independentemente das equipas estarem mais fortes ou mais fracas, sabemos o nosso valor e estamos cá para trabalhar e ganhar tudo", vaticinou. "Passado é passado, já não se pode mexer, temos é de pensar no futuro. Temos de esquecer o que aconteceu na época passada, trabalharmos muito mais, sermos humildes, termos o compromisso de trabalhar cada dia mais e é assim que os resultados vão aparecer", assegurou.

Pré-temporada

Depois de um primeiro particular na semana passada, ainda a meio gás, com o Sintra (vitória encarnada por 1-7), as águias viajam para norte, onde esta sexta-feira defrontam o Carvalhos. No fim-de-semana participam no Torneio Cidade de Famalicão com o anfitrião Famalicense (adversário nas meias-finais), Grândola e Riba d'Ave, seguindo-se, no regresso ao sul, um jogo-treino com o Paço de Arcos a 26 de Setembro.

De 5 a 7 de Outubro, os encarnados participam na segunda edição da Elite Cup, em Coimbra, tendo como adversário nos quartos-de-final o Valongo e, já na recta final de preparação, deslocam-se a Tomar (11 de Outubro) e a Turquel (14). O Campeonato Nacional arranca a 21 de Outubro com recepção ao Tomar.

Sport Lisboa e Benfica 2016/17

Guarda-redes

Guillem Trabal e Pedro Henriques (ex-Reus)

Jogadores de pista

Carlos Nicolia, Diogo Rafael, João Rodrigues, Jordi Adroher, Miguel Rocha, Tiago Rafael, Valter Neves e Vieirinha (ex-Óquei de Barcelos)

Treinador

Pedro Nunes

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade