Notícia

Três Grandes e o Gigante que levou o 'ouro'

Oct 12, 2017

Fotos: Luis Miguel Velasco Hevia

Foto do Cinco Ideal: Gordon Morrison

São raros os casos em que potências de futebol são também potências eclécticas. E ainda mais raros os casos em que esse ecletismo de excelência se estende ao Hóquei em Patins, residindo os melhores exemplos na península ibérica: os apelidados "três grandes" - Benfica, Porto e Sporting - em Portugal e o gigante catalão, Barcelona.

O mapa da Eurockey Cup

Numa reunião rara, os quatro emblemas de referência encontraram-se em Blanes para disputarem a Eurockey Cup de Sub-17, e foi o gigante que levou a melhor.

Vista como uma espécie de Liga Europeia do escalão, a Eurockey Cup recebeu naquela localidade balnear catalã os campeões nacionais de Portugal (Porto), Espanha (Noia), Itália (Follonica), Alemanha (Cronenberg), França (Saint-Omer), Suíça (Uttigen) e Inglaterra (Grimsby).

A fase de grupos

Numa primeira fase de quatro grupos de quatro equipas, em que não coincidiram equipas do mesmo país, as quatro potências lograram o apuramento entre os dois primeiros classificados para a fase de decisão do novo campeão.

Sporting foi surpreendido pelo Saint-Omer, mas seguiu em frente

O Sporting passou em segundo, atrás do Barcelona. Apesar da derrota por 6-2 com os "blaugrana", a vitória nos livres directos com o Saint-Omer (depois de um empate a quatro no tempo regulamentar) chegou para garantir a passagem, porque o jogo com o Cronenberg foi uma formalidade, com os leões a aplicarem a maior goleada da prova: 0-23.

Porto venceu todos os jogos na fase de grupos, inclusivé contra o futuro finalista, Follonica

Benfica e Porto passaram em primeiro nos grupos C e D. Se as águias ainda registaram um empate, com o Noia (4-4, com vitória por 1-2 nos livres directos), o Porto - campeão da Eurockey Cup de Sub-15 em 2016 - venceu de forma clara os seus jogos, destacando-se a vitória por 3-6 sobre o Follonica... que viria a ser finalista.

A fase final

O emparelhamento para a fase final ditou um Dérbi Capital entre Benfica e Sporting em Blanes. Antes de, em Coimbra, os mais velhos discutirem a vitória na Elite Cup, os Sub-17 de águias e leões protagonizaram um jogo emotivo e intenso (com seis azuis), que terminaria com a vitória verde-e-branca por 6-7. O Sporting de João Baltazar vencia por 3-6 a oito minutos do fim, mas o Benfica de Frederico Mascarenhas igualaria em três minutos e com cinco para jogar. Gonçalo Gomes fez o 6-7 a dois minutos do apito final, que seria final porque nos derradeiros 30 segundos nem Gustavo Pato (Sporting) nem Afonso Severino (Benfica) lograram marcar de livre directo.

Benfica fechou com vitória sobre o campeão espanhol

Relegado para a disputa do quinto lugar, o Benfica registou duas vitórias categóricas frente ao Lleida - que defendia o título de campeão da Eurockey Cup Sub-17 de 2016 - por 0-9 e frente ao campeão espanhol Noia, com um 5-0 que estabeleceu distâncias depois de um empate a quatro na fase de grupos.

Nas meias-finais, o Sporting voltou a ter um confronto disputadíssimo. Frente ao Follonica, numa partida de reviravolta, os leões sucumbiriam no desempate por livres directos depois de um empate a seis no tempo regulamentar e de novo empate (a uma bola) no prolongamento. Francesco Banini, estrela italiana em ascenção, seria o "carrasco" dos verde-e-brancos no caminho para a consagração como melhor marcador do evento (com 16 golos).

Sporting levou a melhor no Dérbi dos quartos-de-final

Na disputa pelo terceiro lugar, o Sporting defrontaria o Porto.

Os dragões não facilitaram nos quartos-de-final (9-0 frente ao Correggio) já com o Barcelona em mira para as meias-finais. O confronto prometia e não desiludiu. A perder por 1-2 ao intervalo, os portistas viraram o resultado a quatro minutos do fim, mas não conseguiriam segurar a vantagem. Aleix Ordoñez restabeleceu a igualdade e levou o jogo para prolongamento. Sem golos no tempo extra, a decisão caiu para o Barcelona no desempate dos livres directos, ficando a excelente partida do Porto com vários jogadores que o ano passado estiveram na prova de Sub-15, a prometer muito para o próximo ano.

Porto só cedeu frente ao Barcelona no desempate por livres directos

"Forçados" a jogar para o lugar mais baixo do pódio, os dragões venceram os leões por 2-5.

Na final, o Barcelona venceu o Follonica por 3-6, mas sem facilidades. A seis minutos do fim, Banini fazia o 3-3 e só nos quatro minutos finais - com muita contestação transalpina - é que o Barcelona disparou no marcador para o seu primeiro título nesta competição, sucedendo a Braga, Manlleu e Lleida.

Final foi apitada por José Pinto (na foto) e Joaquim Pinto; Nuno Melo, português radicado em França, esteve na mesa

Cinco Ideal

A vitória do Barcelona valeu a presença de dois dos seus jogadores no Cinco Ideal da competição. Ao guarda-redes Martí Almerich e ao jogador Jordi Mateos do Barcelona, juntam-se o goleador italiano Francesco Banini e dois jogadores de Porto e Sporting: o colombiano Andrés Castaño e o campeão da Europa de Sub-17 Gustavo Pato.

O Cinco Ideal

Para a organização da Eurockey Cup é já hora de pensar na próxima competição. A Eurockey Cup de Sub-15 disputa-se dentro de semanas em Vilanova i la Geltrù, entre os dias 28 e 31 de Outubro.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade