Notícia

Porto quarto, em busca da melhor forma

Oct 14, 2017

Longe da intensidade que em 2016/17 lhe garantiu todos os títulos nacionais - Supertaça, Campeonato Nacional e Taça de Portugal -, o Porto despediu-se da Elite Cup com o quarto lugar.

Privados de Telmo Pinto (lesionado) e do guarda-redes Nelson Filipe (a recuperar de uma intervenção cirúrgica), os dragões foram os primeiros a subir ao palco da segunda edição da Elite Cup para apadrinharem a estreia do Valença na prova.

Reforço Alvarinho apontou primeiro tento dos dragões nesta segunda edição da Elite Cup

A equipa de Guillem Cabestany tardou em assumir definitivamente o jogo e só nos derradeiros seis minutos da primeira parte - com muito mérito para o guardião adversário a adiar ao máximo o tento inaugural - é que surgiram os golos, com Álvaro Morais e Jorge Silva a darem dupla vantagem aos azuis-e-brancos. O Valença ainda reduziu, mas Jorge Silva repôs a vantagem de dois golos antes das equipas recolherem aos balneários.

Campeão do Mundo de Sub-20, João Lima marcou frente ao Valença, jogo em que colmatou a ausência de Telmo Pinto

Apostado em surpreender na sua estreia, o Valença voltou a reduzir, mas dois golos em dois minutos do capitão Hélder Nunes, a elevar para 5-2, praticamente aniquilavam as esperanças da equipa minhota.

Para colmatar as ausências, Cabestany chamou o guarda-redes Diogo Brandão (ex-Sporting "B" e campeão da Europa de Sub-20) e João Lima (campeão do Mundo de Sub-20). O guarda-redes sofreria o terceiro golo do Valença, de livre directo, e o jogador de pista fixaria, de grande penalidade, o resultado final em 7-3, depois de também Jorge Silva ter marcado de grande penalidade.

Porto não segurou vantagens obtidas com os golos de Jorge Silva e Hélder Nunes

Nas meias-finais, o Porto reeditou com o Sporting a final da primeira edição da Elite Cup. Depois de um nulo ao intervalo, o Porto esteve na frente do marcador por duas vezes, mas não segurou as vantagens conseguidas por Jorge Silva e Hélder Nunes, permitindo a igualdade aos leões logo nos instantes seguintes a cada golo. No desempate por grandes penalidades, só Gonçalo Alves marcou, insuficiente contrariar os dois golos leoninos.

Só Gonçalo Alves marcaria no desempate por grandes penalidades frente ao Sporting

Na disputa do terceiro e quarto lugar com a Oliveirense, o Porto esteve a perder mas mas deu a volta com golos de Jorge Silva- melhor marcador na prova a par de Adroher, com cinco golos - e Gonçalo Alves. Mas não conseguiu consolidar a vantagem, desperdiçando mesmo um livre directo por Alvarinho e os dois minutos de superioridade numérica que se seguiram.

A segunda parte seria para esquecer... tal como na primeira, o Porto não aproveitou nem o livre directo, nem e superioridade numérica decorrentes de um azul mostrado a Nuno Araújo, vendo depois a Oliveirense - mais fresca ao final de três dias de jogos intensos - lograr quatro golos sem resposta para

um desfecho final de 2-5.

Jorge Silva marcou nos três jogos e foi o melhor marcador da prova a par de Adroher

Após apadrinhar nesta Elite Cup a estreia do Valença na prova, o Porto será "padrinho" em mais dois "baptismos". Já este sábado, na Supertaça, os dragões procuram a 21ª conquista do troféu frente ao estreante Tomar e, uma semana volvida, no arranque do Campeonato Nacional, o Porto recebe no Dragão Caixa, o Grândola, estreante entre os grandes da I Divisão.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade