Notícia

Souto deixa Oliveirense no fim da época

Jan 08, 2018

João Souto está de saída da Oliveirense.

O jovem atacante de 25 anos, melhor marcador da equipa de Oliveira de Azeméis na corrente edição do Campeonato Nacional (com 13 golos), decidiu não continuar na próxima temporada ao serviço da equipa que representa desde 2015. Mas não pensa abandonar a modalidade por completo.

João Souto é um avançado de méritos reconhecidos, e é o melhor marcador da equipa com 13 golos

Entre o finalizar do curso de medicina e os necessários estudos para a especialidade, o tempo despendido nas deslocações entre casa - em Gondomar - e Oliveira de Azeméis seria comprometedor e, apesar do projecto profissional da Oliveirense, o atacante nunca deixou de estar ciente de que a carreira desportiva é efémera. João Souto terá comunicado a sua decisão ao treinador Tó Neves logo no início de Dezembro e informou agora a equipa, ainda antes do jogo frente ao Porto relativo à 11ª jornada, em que marcaria o único golo da Oliveirense.

Título pelo Valongo valeu-lhe desde logo um lugar na história do clube e do Hóquei em Patins nacional

Iniciando-se na patinagem no Fânzeres, faria quase todo o seu percurso formativo no FC Porto, saindo a meio da sua última temporada de júnior (2011/12), para Valongo. Aí seria um dos protagonistas da histórica época de 2013/14, sagrando-se Campeão Nacional, e, já depois de uma sangria de que os surpreendentes campeões foram alvo, venceria a Supertaça António Livramento. Em 2015, juntou-se ao ambicioso projecto da Oliveirense, somando em duas temporadas dois terceiros lugares no Nacional e duas finais da Liga Europeia, a mais importante prova europeia de clubes. Esta temporada, a Oliveirense fez história ao conquistar pela primeira vez a Taça Continental e Souto contribuiu com dois golos na decisiva partida frente ao Reus.

Souto este nas duas últimas finais da Liga Europeia

Apesar de abdicar do lugar na sua equipa actual, João Souto não pondera o abandono da modalidade se encontrar um projecto que possa conciliar com a Medicina, até porque não deixa de acalentar o sonho de voltar a representar Portugal numa grande competição. No seu currículo de quinas ao peito, João Souto conta já com os títulos europeus de Sub-17 (2008) e Sub-20 (2010) e as conquistas da Taça Latina (2014) e Taça das Nações (2015). Parte de um grupo restrito que tem merecido a chamada de Luís Sénica, tendo estado presente na última edição da Taça das Nações, esteve entre os pré-seleccionados para o Mundial de Nanjing, tal como um ano antes estivera para o Europeu.

João Souto é presença regular nos trabalhos da Selecção
Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade