Notícia

Sporting destroça Oliveirense e as aspirações desta

Jan 21, 2018

O Sporting venceu este domingo a Oliveirense por 9-1, destroçando a equipa de Oliveira de Azeméis e as aspirações desta no Campeonato.

A história da goleada começou a escrever-se bem cedo, com pouco mais de um minuto decorrido. João Pinto inaugurou o marcador num lance que suscitou protestos de Puigbi, que alegou que a bola não teria entrado. O lance marcou claramente o guarda-redes campeão do Mundo, que tardou em recompor-se...

Aos três minutos, Henrique Magalhães, num remate cruzado, fez o segundo - obrigando desde logo Tó Neves a pedir um desconto de tempo - e, ainda não estavam cumpridos cinco, quando Pedro Gil fez o terceiro. E aos seis minutos, Matías Platero fez o quarto.

Aos seis minutos, o Sporting já vencia por 4-0.

Era uma entrada demolidora do Sporting, que dilataria a vantagem aos oito minutos e meio por Platero e aos 14, por Toni Perez, entrado instantes antes em pista. Com 6-0 aos 15 minutos, a questão do vencedor estava arrumada.

Na primeira parte, Jordi Bargalló ainda reduziu no último minuto, mas, no reatamento, Pedro Moreira viu cedo um azul e comprometeu as hipóteses de reacção. Tranquilo no jogo, a trocar a bola com segurança e perante uma Oliveirense que não mostrava capacidade ou forças para mudar o rumo dos acontecimentos, o Sporting faria o 7-1 pelo capitão João Pinto e o 8-1 no mesmo sexto minuto, por Pedro Gil. Pelo meio, Nuno Araújo não aproveitara uma grande penalidade. A seis minutos do fim, Vítor Hugo fez o 9-1 final.

Depois de dois jogos sem ganhar, o Sporting regressa às vitórias e fica a um ponto do líder Benfica, no segunda lugar. Já a Oliveirense, com apenas uma vitória nos últimos seis jogos da primeira volta, está a oito pontos do topo da classificação.... Demasiado longe.

A Oliveirense só venceu um jogo - com o Valença - nas derradeiras seis jornadas.

Paulo Freitas alinhou de início com Ângelo Girão, Henrique Magalhães (1 golo), Matías Platero (2), João Pinto (2) e Pedro Gil (2), entrando ainda Toni Perez (1), Caio, Ferran Font e Vítor Hugo (1). Do lado da Oliveirense, Tó Neves apostou em Xevi Puigbi, Pedro Moreira, Ricardo Barreiros, Jordi Bargalló (1) e João Souto, lançando depois Jepi Selva, Jordi Burgaya, Pablo Cancela e Nuno Araújo. Pedro Moreira viu o único cartão (um azul) da partida.

Benfica na "pole" para a segunda volta

Depois de ter assumido a liderança na jornada anterior, o Benfica segurou o lugar cimeiro no fim desta primeira volta ao vencer o lanterna-vermelha Grandôla por 2-7, com destaque para um hat-trick - o segundo consecutivo para o Campeonato - de João Rodrigues. Sem ter registado qualquer derrota e ter somado apenas dois empates (em Oliveira de Azeméis e no João Rocha), o Benfica lidera sem ter nem o melhor ataque (que é do Porto, com 83 golos marcados), nem a melhor defesa (que é do Sporting, com 16 golos sofridos).

O campeão nacional Porto segue a dois pontos da liderança. Nesta jornada, venceu o dérbi da Invicta com o Infante 1-9, com o insuspeito Ton Baliu a assinar um hat-trick. Gonçalo Alves marcou um dos tentos e termina a primeira volta na frente da lista de melhores marcadores, com 22 golos marcados.

Benfica com 35 pontos, Sporting com 34 e Porto com 33 discutirão o título.

Para a luta pelos lugares após os quatro que parecem intocáveis, houve dérbi no Minho. A Juventude de Viana, com o sempre decisivo Emanuel Garcia a bisar, venceu o Barcelos por 3-2, num confronto que se vai repetir nos quartos-de-final da Taça CERS a 17 de Fevereiro e 10 de Março. Esperam-se na competição europeia, finais emocionantes como o deste sábado. De livre directo, a castigar a 15ª falta do adversário, primeiro Zé Pedro fez o 2-2 a dois minutos e meio do fim e, em situação análoga, Emanuel garantiu a vitória a pouco mais de um minuto do derradeiro apito.

As três equipas que subiram esta temporada "viram" o Campeonato nos três últimos lugares da classificação.

Em busca da manutenção, o Paço de Arcos chegou ao intervalo a vencer 0-1, mas o Tomar - tranquilo na classificação - virou nos últimos 15 minutos para 4-1. Numa temporada marcada por diversos condicionamentos, a equipa da Linha jogou desta feita sem Tiago Losna, a cumprir o primeiro de três jogos de castigo. Com esta derrota, o Paço de Arcos, com oito pontos, viu o Turquel distanciar-se (soma agora 11 pontos) e o Braga igualar. Turquelenses e bracarenses empataram a três, num resultado fixado a nove minutos do final e segurado pelos guarda-redes Francisco Veludo e Marco Barros, a defenderem, na recta final, um livre directo e uma grande penalidade cada.

A 13ª jornada - e a primeira volta do Campeonato Nacional - só fica completa esta segunda-feira, com o jogo entre o Valongo, que, em caso de vitória, iguala o Barcelos no quinto lugar com 22 pontos, e o Valença.

13ª Jornada

C Infante Sagres 1-9 FC Porto

SC Tomar 4-1 CD Paço de Arcos

HCP Grândola 2-7 SL Benfica

HC Turquel 3-3 HC Braga

A Juv. Viana 3-2 OC Barcelos

Sporting CP 9-1 UD Oliveirense

AD Valongo - Valença HC (dia 22, 21h)

Classificação

Zona da Liga Europeia

1º SL Benfica, 35 pontos

2º Sporting CP, 34

3º FC Porto, 33

4º UD Oliveirense, 27

Zona da Taça CERS

5º OC Barcelos, 22

6º A Juv. Viana, 21

7º AD Valongo, 19 (-1 jogo)

8º SC Tomar, 18

9º HC Turquel, 11

Zona de manutenção

10º Valença HC, 10 (-1 jogo)

11º CD Paço de Arcos, 8

Zona de despromoção

12º HC Braga, 8

13º C Infante Sagres, 7

14º HCP Grândola, 3

Provas relacionadas

Campeonato Nacional da I Divisão - Campeonato
Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade