Notícia

Decisão feminina em Lisboa está lançada

Mar 16, 2018

A Final Four da Liga Europeia Feminina, que se realiza neste fim-de-semana de 17 e 18 de Março em Lisboa, foi lançada esta sexta-feira em conferência de imprensa.

O Benfica organiza a fase decisiva da prova e o auditório do Museu Cosme Damião serviu de palco à apresentação por parte de Domingos Almeida Lima, vice-presidente para as modalidades das águias, Fernando Graça, presidente do Comité Europeu (CERS-RH), e Paulo Rodrigues, vice-presidente para o Hóquei em Patins da Federação de Patinagem de Portugal.

O "vice" encarnado sublinhou a aposta do Benfica no Hóquei em Patins e na sua vertente feminina e congratulou-se pelo clube poder voltar a ser anfitrião de um grande evento, depois de ter recebido a Final Four da Liga Europeia masculina em 2016, terminando como vencedor, mas sempre reforçando o desejo de sucesso da organização independentemente de quem venha a levantar o troféu.

A presença, pela primeira vez, de duas equipas portuguesas na Final Four, não passou ao lado de Fernando Graça e Paulo Rodrigues, que na conversa com os jornalistas que se seguiu as declarações iniciais referiram este facto como o corolário lógico da evolução do Hóquei em Patins feminino em Portugal, do esforço dos clubes e da forma como estes encaram a modalidade no feminino quando seria sempre mais "fácil" apostar no masculino.

Depois dos representantes institucionais, foi a vez dos treinadores tomarem o seu lugar no palco. Andreia Barata, Paulo Almeida, Rúben Muñoz e Beto Borregán perfilaram para a foto com o troféu e responderam às perguntas dos jornalistas presentes.

Paulo Almeida não poupou agradecimentos a Almeida Lima e a Rita Martins, figura de proa nas modalidades femininas do clube, por todos os esforços em trazer a decisão para Lisboa e mostrou-se confiante no triunfo, apesar de destacar o valor dos rivais e, em particular, do líder técnico do Voltregà, Beto Borregán. Beto destacou-se ao serviço do Barcelona e é um ícone no Hóquei em Patins mundial, tendo travado vários duelos com Paulo Almeida. Valorizando o cargo que agora ambos ocupam, o jogador que tem a camisola retirada no Palau Blaugrana não escondeu que preferia estar em pista, a jogar.

Rúben Muñoz, agora com o seu Gijón praticamente a 100% depois do regresso de Anna Casaramona (ainda assim, a recuperar o ritmo depois de paragem forçada por intervenção no menisco), não escondeu o desejo de vencer depois das derrotas nas finais da Liga Europeia em 2017 - em casa - e da Copa da Reina ("Taça da Rainha"), há duas semanas.

Andreia Barata, treinadora da Stuart, a única equipa estreante nesta fase da prova e claramente a "patinar" por fora, revelou que o objectivo principal estava cumprido com a presença na Final Four, mas não enjeita juntar-se ao restrito lote de vencedoras da prova, que só conta com os nomes das outras três semifinalistas deste ano e do Alcorcón. Única treinadora num painel maioritariamente masculino, Andreia Barata vincou também o desejo de ver o "reverso da medalha", com uma treinadora à frente de uma equipa masculina, que seria um excelente sinal de mudança de mentalidades.

As meias-finais disputam-se este sábado, com o Benfica a defrontar o Voltregà a partir das 15h e a Stuart a discutir um lugar na final com o Gijón a partir das 18h. A final está agendada para as 18h de domingo.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade