Diário

Hóquei Diário / 22 de Abril de 2018

Apr 22, 2018

Não passaram de 'sustos'...

Cinco dos seis jogos do Campeonato Nacional disputados este sábado tiveram "cambalhotas" no marcador, terminando com as vitórias dos teoricamente favoritos.

Em Grândola, o Valença conseguiu importantes três pontos "fora de portas". A equipa da Vila Morena esteve a vencer e ao intervalo registava-se uma igualdade no marcador, mas os minhotos dispararam para a vitória na etapa complementar. Luís Viana bisou na sua contribuição para o 1-6 final.

De resto, o Valença foi o único a vencer na luta pela manutenção. O Infante Sagres esteve a vencer por 2-1, mas o Valongo, apesar da expulsão de Luís Melo, reagiu e ao intervalo já vencia por 2-3, chegando a um 3-9 final para o qual muito ajudou uma "manita" de Diogo Fernandes. O Turquel também esteve na frente do marcador, mas não resistiu em Tomar a uma tarde em que os seus jogadores veriam seis azuis e o staff dois vermelhos. Na vitória por 7-4 dos nabantinos, destaque para a pontaria de João Alves ("Joka"), com três golos para a equipa da casa, e de João Silva ("Janeka"), com dois, nos visitantes.

Noutras "guerras", o Porto recolheu aos balneários do Dragão Caixa a perder por 1-2 com o Barcelos, mas dois golos de Gonçalo Alves no reatamento viraram o marcador e o jogo, que terminaria com uma vitória dos dragões por 7-4.

Em Oliveira de Azeméis, os ex-pupilos de Renato Garrido quase faziam a desfeita ao seu ex-técnico na estreia deste pela Oliveirense. Os anfitriões até saíram na frente, mas a oito minutos do fim a Juventude de Viana vencia por 1-3... Logrou a Oliveirense virar para 4-3, com Jordi Bargalló, único a bisar, a fechar as contas de grande penalidade. A Oliveirense marcaria três golos de castigo máximo, dois - um a abrir e o tal a fechar - por Bargalló.

A excepção aos "sustos" foi o Benfica. Na ressaca dos afastamentos da Liga Europeia e Taça de Portugal, os encarnados venceram o Paço de Arcos por 10-0, ainda que o resultado só tenha sido construído na segunda parte, com Miguel Rocha a ser o mais certeiro, com três golos. Ao intervalo, os encarnados venciam pela diferença mínima.

Esta 21ª jornada fica completa no próximo dia 28, com a deslocação do Braga ao João Rocha para defrontar o Sporting.

Saiba mais: "Campeonato Nacional da I Divisão"

Lodi iguala, Forte a um passo

Em Itália, saiu 4-1 à casa. Perante o seu público, Lodi e Forte venceram respectivamente Viareggio e Breganze, com o Lodi a empatar a eliminatória e o Forte a ficar a um passo da final.

A equipa de Nuno Resende redimiu-se da derrota no primeiro jogo e Luís Querido deu o mote para a vitória com o tento inaugural de um jogo em que brilhou o internacional Alessandro Verona, a assinar um hat-trick. Mirko Bertolucci fez o tento de honra dos bianconeri.

Na partida entre Forte e Breganze, ninguém se destacou no registo de golos. Ao intervalo, o Forte já vencia por 3-0, com golos de Torner, De Oro e Montaran e, apesar de Ambrosio ter reduzido, a vitória - selada por um golo de Pagnini - já não escaparia.

Na próxima partida, o Forte pode selar a quinta presença consecutiva na final, mas a equipa de Gigi Bresciani terá de esperar até 3 de Maio, por força da participação do Breganze na Final Four da Taça CERS. Antes, dia 28, jogam Lodi e Viareggio para ver quem ganha vantagem nestas meias-finais.

Biasca e Montreux na frente

Na Suíça, Biasca e Montreux arrancaram na frente na corrida a um lugar na final da NLA.

Destaque para o Montreux, que venceu o Diessbach no recinto deste por 1-2. Numa partida pautada pelo equilíbrio, os vigentes campeões helvéticos viram Pascal Kissling adiantar inaugurar o marcador a 10 minutos do final, mas viraram a contenda. O português Tiago Sousa assinou o empate e Xavier Terns fez o tento da vitória no último minuto.

Em Biasca, o jogo também só foi decidido nos últimos minutos. O veterano Alberto Orlandi deu o exemplo ao marcar nos primeiros minutos da etapa complementar, mas só haveria mais golos nos derradeiros sete. Patrick Greimel empatou para o Uttigen, mas a equipa que terminou a primeira fase em primeiro não claudicou perante o seu público. Cleto Ré fez o 2-1 e, sobre o final do jogo, Gregorio Boll fez o 3-1 que confirmou a vitória.

No próximo sábado, dia 28, o Uttigen e Diessbach têm de vencer para obrigar à "negra". O Uttigen recebe o Biasca, enquanto o Diessbach viaja até Montreux.

Saint-Omer e Noisy na final da Taça

Saint-Omer e Noisy-le-Grand são os finalistas da Taça de França, depois de vencerem respectivamente Merignac e Nantes.

Destaque para a presença na final do português Xavier Lourenço a fechar, a três minutos do final, as contas da partida entre Saint-Omer e Merignac. No 4-6 final, nota ainda para os "bis" Remi Herman, inglório face ao desfecho do jogo, e do catalão Marçal Cuenca, decisivo no apuramento do Saint-Omer, que agora defronta o Noisy.

Esta será a nona presença do Saint-Omer - que, para além de Zavi Lourenço, conta com os guarda-redes Pedro Chambel e Edu Leitão - na final de uma prova que já venceu em quatro ocasiões, enquanto o Noisy - que venceu por 3-5 - procura a sua primeira conquista naquela que é "apenas" a sua segunda presença na final.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade