Diário

Hóquei Diário / 27 de Abril de 2018

Apr 27, 2018

Treinadores lançam decisão da CERS

Esta sexta-feira será dada pelos treinadores a "stickada" de saída para o fim-de-semana em que se decide o vencedor da edição desta temporada da Taça CERS. Paulo Pereira (Barcelos), Albert Folguera (Lleida), Diego Mir (Breganze) e Francesc Linares (Voltregà) fazem em conferência de imprensa, a partir das 19h locais, a antevisão das meias-finais que este sábado definirão os finalistas de domingo.

Em Lleida, Voltregà e Óquei de Barcelos jogam este sábado a primeira meia-final a partir das 18h30 locais (17h30 "portuguesas"), com transmissão na RTP2, seguindo-se a partida entre Lleida e Breganze, a partir das 21h. A final está marcada para as 18h de domingo.

Gerard Pujol deixa Vic

O Vic anunciou a saída do técnico Gerard Pujol no final da temporada.

A manutenção na OK Liga está praticamente garantida, com 14 pontos mais do que Arenys de Munt quando faltam disputar 15, e o Vic vai preparando a próxima temporada.

Esta foi uma época atípica para uma equipa que, sob a liderança de Ferran Pujalte, se habituou a andar nos lugares cimeiros da tabela. No último defeso, face à grave crise económica do clube, foram muitos os jogadores que saíram. E o técnico também.

Para o lugar de Pujalte chegou Pujol, do Olot, com o claro (e único) propósito da manutenção, que pode ser garantida no próximo fim-de-semana, a cinco jornadas do fim. O Vic soma para a Ok Liga seis vitórias, nove empates e 10 derrotas, fazendo da defesa a sua fortaleza. Liderados em pista pelo resiliente "Mia" Ordeig, de 37 anos, a equipa da região de Osona sofreu 65 golos, havendo no principal campeonato do país vizinho, em 24 jornadas, apenas quatro equipas que sofreram menos...

Já fase de grupos da Liga Europeia, um saldo de dois empates e quatro derrotas, com 13 golos marcados e 33 sofridos não deixam saudades, ficando apenas o mérito de ter sido a única, com um empate a quatro, a evitar que o Porto vencesse todos os jogos no grupo B.

Para além do capitão Mia Ordeig, que, para além dos méritos defensivos, é o segundo melhor marcador da equipa com 13 golos, destaque na temporada "vigatan" para Borja López, que marcou por 15 vezes, e para Pol Manrubia, que aos 17 anos jogou muitos minutos entre os "crescidos", granjeando mesmo a chamada à Taça Latina.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade