Notícia

«Não é benéfico o Campeonato estar sistematicamente a parar...»

May 10, 2018

Garantida a vitória sobre a Oliveirense no passado domingo, 6 de Maio, o Benfica e as restantes equipas da I Divisão terão de esperar até 19 de Maio para voltar ao Campeonato Nacional.

As paragens para as Final Four da Taça CERS e para a Liga Europeia estão previstas no planeamento, mesmo que não haja qualquer equipa portuguesa na decisão, e, quando questionado se esta paragem seria benéfica ou prejudicial, Pedro Nunes não poupou críticas à calendarização desta (e das últimas) temporada e à falta dela para a próxima.

Frisando, sublinhando e reforçando que esta é apenas uma crítica que deve ser vista como construtiva, o treinador do Benfica lembrou os largos períodos sem jogos para o Campeonato, quer do ponto de vista desportivo, quer de divulgação, e pediu à Federação de Patinagem de Portugal que ouvisse os clubes. Ou, melhor, que considerasse efectivamente os anseios destes.

O Campeonato Nacional começou a "todo o vapor". Com o início adiado para o meio de Outubro em virtude da disputa do Campeonato do Mundo, jogar-se-iam 14 jogos (duas jornadas completas) nesse primeiro mês, seguindo-se 28 jogos em Novembro, tal como em Dezembro, que até teve jornada no fim-de-semana de final de ano, e Janeiro. Cada um destes três meses "viram" tantos jogos como Março (12) e Abril (16) juntos.

Com a Taça de Portugal a entrar em cena e as competições europeias a caminharem a passos largos para a decisão, entre 4 de Março e 19 de Abril houve apenas 13 jogos, menos que duas jornadas completas, jogadas com entre um a três jogos nos dias em que houve Campeonato. Sem a principal prova do calendário nacional, passar-se-iam 13 dias entre 3 e 17 de Fevereiro e 19 dias entre 4 e 24 de Março.

Agora serão 12 sem qualquer jogo, excepto para Porto e Sporting, na Liga Europeia, entre o último dia 6 e o próximo dia 19 de Maio.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade