Notícia

Marin bate recorde de golos na OK Liga

May 25, 2018

Raul Marin bateu o recorde de golos numa edição da OK Liga.

Desde que em 2002 o principal campeonato adoptou a designação de OK Liga

O Reus perdeu em casa do Lleida por 6-3 e, independentemente do resultado do Liceo, não irá além do terceiro lugar na edição deste ano da OK Liga. Mais uma desilusão depois de "falhar" na Supertaça, Taça do Rei e Liga Europeia, caindo nas três provas nas "meias", e de ter ficado a um pequeno passo de conquistar a Taça Continental e a Intercontinental, perdidas na final para, respectivamente, Oliveirense e Benfica.

No entanto, a nível individual, o capitão Raul Marin tem algumas razões para sorrir. 58 se quisermos ser precisos.

Marin começou a temporada como Campeão do Mundo e cedo começou a somar golos na OK Liga. Com mais dois conseguidos esta sexta-feira, o capitão "reusence" chegou aos 58, batendo o recorde de golos de Pablo Alvarez em 2013/14. Nessa temporada, o "killer de San Juan" apontou cinco golos na última jornada para um total de 56, passando "sobre a meta" Lucas Ordoñez (então no Liceo), que terminaria com 54. De facto, a "Pablito" ainda falta um jogo nesta época, mas os 15 golos que o separam de Raul Marin serão dificeis (porque nada é impossível) de anular na pista do Noia, quarta melhor defesa da OK Liga.

Nesta OK Liga, Raul Marin só não marcou em seis das 30 partidas e ficou-se por apenas um golo em cinco jogos. Bisou 10 vezes, assinou quatro "hat-tricks" e outros tantos "pokers", registando uma "manita" frente ao Vendrell. Marcou 34 golos em casa e 24 nas pistas adversárias, não poupando nenhum emblema. Marcou a todas as equipas, sendo que frente às duas equipas que habitualmente actuam de blaugrana - o Barcelona e o Alcoy - se ficou por um golo nos dois jogos. Não foi tão "perdulário" - se tal pode servir, em que momento seja, para catalogar o "pichichi" - frente a Asturhockey e Vic, totalizando meia-dúzia.

Nascido em Reus em 1986 [completa 32 anos em Outubro], Marin começou nas escolas do clube de que agora é capitão, com uma passagem fugaz pela formação do Barcelona enquanto Sub-15. Voltaria a ter o Palau Blaugrana como casa anos mais tarde, em 2013, para duas épocas na equipa principal, coroadas com duas Ligas Europeias.

Mas antes, aos 17 anos, estreou-se na OK Liga, pelo Alcoy, onde estaria três temporadas. Rumaria depois a Igualada, para duas temporadas, e representou o Vilanova antes de regressar a Reus, em 2010, protagonizando novo regresso em 2015 para assumir definitivamente o amor ao clube "rojinegro".

Em 2017 levantou, como capitão, a sua terceira Liga Europeia, a oitava da história do Reus.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade