Notícia

«Queríamos ter jogado melhor...»

Jun 06, 2018

Se a conferência de imprensa de Guillem Cabestany se antevia complicada depois de uma derrota que significava o fim do sonho do "bi" e o título para o adversário, os cânticos que ecoavam da pista e João Rocha fora até à sala, em nada facilitaram a missão do treinador perante os jornalistas.

Afirmando ser difícil fazer análises naquele momento, Cabestany começou por "dar os parabéns ao Sporting", pela conquista do título num campeonato de alto nível. "Quanto ao jogo, não fizemos a melhor exibição do ano", reconheceu, sem querer aprofundar a questão. "Não é o momento para procurar culpados, porque a época não se resume a hoje", lembrou, referindo que a sua equipa protagonizou "tantas e tantas e tantas boas exibições", e que nunca tivera, sob a sua alçada, "uma equipa jogar tão bem".

Guillem Cabestany, que liderou o Porto na conquista dos cinco títulos nacionais - duas Taças, duas Supertaças e um Campeonato Nacional - anteriores a este ganho pelo Sporting, não negou que, lembrando a derrota na final da Liga Europeia, são "duas derrotas em quinze dias" que deixam os dragões "tocados". Mas o técnico catalão recordou que a época ainda não acabou.

Depois da jornada que fecha o Campeonato [ndr: o Porto recebe o Infante Sagres], ainda há um título para o Porto ganhar. "A época ainda não terminou, ainda temos mais uma competição", disse Cabestany como que a encontrar um porto de reconforto. "Vamos passar uns dias muito maus, mas merecemos terminar a época a vencer", vincou, sem no entanto se libertar da tristeza que não conseguia esconder. "Queríamos ter jogado melhor, os adeptos também mereciam este título", frisou. "Sentimos que falhámos um bocadinho nos momentos finais", apontou.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade