Diário

Hóquei Diário / 7 de Junho de 2018

Jun 07, 2018

Gilberto Borges confirma Alvarinho

Esta terça-feira, no programa "Sporting Grande Jornal", em análise ao título de campeão nacional conquistado no passado sábado, o director leonino Gilberto Borges perspectivou o futuro da equipa.

Apostando na continuidade dos jogadores campeões, Gilberto Borges referiu a necessidade de olhar mais além e, numa estratégia que passa também pelo empréstimo de jovens jogadores a equipas da I Divisão, deu como certo o empréstimo de Gonçalo Nunes e de Álvaro Morais ("Alvarinho") ao Óquei de Barcelos.

Se Gonçalo Nunes, actualmente cedido ao Paço de Arcos, tem ligação ao Sporting desde 2016, Alvarinho está ligado até ao fim desta temporada ao Porto e vê assim a sua ligação ao Sporting "oficializada".

Sem oportunidades no Porto, o internacional português de 22 anos, vai regressar ao clube que representou na temporada anterior, então cedido pelos dragões, novamente com a integração futura na "casa-mãe" em perspectiva. Mas agora, a "casa-mãe" será no João Rocha, onde o jogador esteve, ainda de dragão ao peito, no passado sábado, não tendo sido utilizado.

João Rodrigues distancia-se

João Rodrigues destacou-se na corrida ao "prémio" de melhor marcador do Campeonato Nacional da I Divisão ao apontar inusitados oito golos frente ao Infante Sagres, ascendendo aos 47 golos contabilizados. Na última jornada, o Benfica recebe o Grândola - actualmente a segunda defesa mais batida da prova - e o avançado que está de saída não deverá deixar escapar o título.

No seu encalce está, com uma tarefa bem mais complicada, Emanuel Garcia. O argentino que vai reforçar a Oliveirense apontou mais três golos pela Juventude de Viana e passa a somar 43, mas na última jornada desloca-se a Barcelos, para um confronto directo entre as duas equipas pelo sexto lugar.

A fechar o pódio, Vasco Luís (marcou cinco), Gonçalo Alves (marcou um) e Jordi Adroher (em branco nesta jornada) totalizando 35 golos.

Na II Divisão, Hugo Azevedo soma no fecho da primeira fase 69 golos, mais 18 que Hugo Santos, possível adversário na decisão do título de campeão do escalão secundário. O jovem avançado da equipa "B" das águias "parou" nos 51 golos por estar a ser chamado à equipa principal.

Destaque ainda na II Divisão para José Almeida (45 golos) e Tomás Moreira (33), respectivamente melhores marcadores de Sanjoanense e Oeiras, que se vão defrontar pela subida à I Divisão.

Sem mais jogos para disputar, Filipe Vaz terminou com 34 golos, como melhor marcador do Marinhense, equipa que garantiu a subida directa ao escalão maior.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade