Notícia

Benfica mete as fichas todas em Casanovas

Jul 02, 2018

Albert Casanovas renovou pelo Reus por duas temporadas (até 2020) em Fevereiro último, após ter sido inicialmente apontado à Oliveirense e de, depois, ter tido praticamente tudo certo com o Benfica. No entanto, na próxima temporada, Casanovas poderá mesmo regressar a Portugal.

Casanovas disputou a final da Liga Europeia na Luz, pela Oliveirense

O defensor, agora com 33 anos, deixou em 2014 o seu porto seguro, em Reus, onde era capitão, para integrar o projecto ambicioso da Oliveirense. Em 2016, depois de uma final europeia perdida, regressou à Catalunha e ao "seu" Reus. Aí, com um grupo onde se destacavam também Matías Platero, Pedro Henriques e Marc Torra (todos em Portugal na próxima época), e apesar de não serem apontados como favoritos, lograram levantar o título europeu, o oitavo da história dos "reusences".

O ano de 2017 seria mesmo extraordinário para Casanovas, não só com a conquista da Liga Europeia pelo Reus, mas também pela conquista do campeonato do Mundo pela Espanha, tendo apontado grandes penalidades - uma das suas armas - decisivas na meia-final pelos "rojinegros" e na final por "la roja".

De regresso a Portugal

Já no passado, mesmo antes de assinar pela Oliveirense, o Benfica sondara Albert Casanovas. E, no início deste ano, em Janeiro, o namoro quase dava, desde logo, em casamento.

Perante a nega de Casanovas e posterior renovação com o Reus, os encarnados viraram agulhas para alternativas, procurando no mercado espanhol um defesa feito, garante de qualidade imediata. A falta de conquistas na fase final da temporada tornaram ainda mais premente essa necessidade.

Na decisão da Intercontinental, Albert defrontou alguns dos seus prováveis futuros companheiros

As investidas por Sergi Miras e Edu Lamas foram goradas e os encarnados apostaram tudo em Casanovas, que fora o primeiro nome sobre a mesa.

As diferenças que teriam anteriormente levado à não concretização do acordo foram mitigadas e ter-se-à chegado a um entendimento, obrigando contudo ao pagamento de uma cláusula de rescisão, numa operação que será semelhante à que no último defeso terminou com a ida de Matías Platero para o Sporting.

Marin ligado ao Sporting

Outro dos nomes do Reus apontado a Portugal é Raul Marin. O capitão do Reus bateu o recorde de golos numa edição da OK Liga e encetou conversações para se juntar ao projecto leonino.

Marin esteve em Lisboa para assinar contrato, mas ainda na presidência de Bruno de Carvalho (destituído a 23 de Junho), não se sabendo se o Sporting avançará para o pagamento da cláusula de rescisão, que liberta o jogador do ano de contrato que o liga ao Reus, ou se "cancela" o contrato no prazo legalmente definido.

Raul Marin

A confirmar-se a saída de Casanovas e Marin (ou mesmo de apenas um deles), o Reus perde jogadores para Oliveirense, Benfica e Sporting, sofrendo um rude golpe nas suas aspirações, sendo que neste defeso - até ao momento - seria apenas certa a saída de Marc Torra (para a Oliveirense), tendo sido assegurada a entrada de Marc Julià (ex-Bassano).

Entretanto, os "rojinegros" garantiram também Cristian Rodriguez (ex-Vendrell), apresentado esta segunda-feira, mas o plano inicial passava por este ser mais uma opção nas contas do técnico Jordi Garcia. Agora, a entrada de Cristian poderá ter muito mais relevância.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade