Diário

Hóquei Diário / 18 de Julho de 2018

Jul 18, 2018

Andorra vence Suíça

Previa-se o jogo de maior equilíbrio até ao momento neste Europeu e a partida entre Suíça e Andorra não gorou as expectativas.

Os helvéticos, quartos no último Campeonato da Europa, adiantaram-se cedo por Gian Rettenmund e esse tento, logo no primeiro minuto, seria o único da primeira parte.

O arranque da etapa complementar prometia mais golos. Aos quatro minutos, Gerard Miquel transformou em golo o livre directo a castigar a 10ª falta suíça e, pouco mais de um minuto volvido, Marzio Vanina voltava a colocar os helvéticos na frente. Andorra não demorou a responder e, aos sete minutos e meio, Oriol Antequera repôs a igualdade, que seria desfeita, a nove minutos e meio do fim, por Arnau Dilmé.

A Suíça foi em busca do empate, mas os três pontos seriam mesmo para a jovem selecção andorrana, que assim deve garantir o terceiro lugar no grupo A, atrás de Portugal e França.

França somou segunda vitória

Ainda no grupo A, a França voltou a vencer, agora a Áustria por 3-14, e igualou Portugal, que folgou, com seis pontos.

Já no grupo B, Inglaterra, a iniciar o "seu" campeonato depois de derrotas com Espanha e Itália, registou a primeira vitória, batendo a Bélgica por 14-2.

Itália e Espanha voltaram a vencer, no terceiro triunfo em três jogos, com os italianos a derrotarem a Holanda (4-15) e a Espanha a vencer os alemães, apesar do bom jogo realizado por estes, por 7-1.

Resultados de 17 de Julho

• [gr. B] Inglaterra 14-2 Bélgica (Alex Mount x6, Owen Stewart x3, Josh Taylor x4 e Michael Carter; Marco Miqueis e Serge Berthels)

• [gr. A] Áustria 3-14 França (Roche Bruner e Kilian Hagspiel x2; Carlo Di Benedetto x3, Mathieu Le Roux x2, Roberto Di Benedetto x2, Antoine Le Berre x4, Remi Herman x2 e Bruno Di Benedetto)

• [gr. A] Suíça 2-3 Andorra (Gian Rettenmund e Marzio Vanina; Gerard Miquel, Oriol Antequera e Arnau Dilmé)

• [gr. B] Espanha 7-1 Alemanha (Nil Roca, Edu Lamas, Albert Casanovas, Pau Bargalló, Raul Marin x2 e Ferran Font; Mats Zilken)

• [gr. B] Holanda 4-15 Itália (César Vives x2, Eric Vives e Reginaldo Migalhas; Giulio Cocco x3, Marco Pagnini x2, Davide Banini x3, Alessandro Verona x3, Samuel Amato e Andrea Malagoli x3)

Classificação

Grupo A: 1º França (6 pontos/2 jogos), 2º Portugal (6/2), 3º Andorra (3/3), 4º Suíça (3/3), 5º Áustria (0/2)

Grupo B: 1º Itália (9 pontos/3 jogos), 2º Espanha (9/3), 3º Alemanha (6/3), 4º Inglaterra (3/3), 5º Holanda (0/3), 6º Bélgica (0/3)

Portugal volta à pista

Esta quarta-feira, o quinto dia de Campeonato da Europa abre com os franceses a defrontarem a Suíça. Poderia ser apenas mais um jogo com favoritismo francês, mas no último confronto, em Oliveira de Azeméis, os helvéticos levaram a melhor e afastaram os já então favoritos gauleses das meias-finais.

Segue-se o embate entre Inglaterra e Holanda, em que os ingleses de José Carlos Amaral querem afirmar a candidatura ao terceiro lugar do grupo, a discutir com a Alemanha.

Alemães que procurarão frente a Itália uma surpresa ao nível da que os levou às meias-finais do Mundial em 2015 à custa dos transalpinos, então campeões da Europa. No entanto, a renovação encetada nos germânicos deverá condicionar uma possível vitória, com o favoritismo a ser total para os italianos.

O dia deverá fechar com duas goleadas. Espanha e Portugal vencerão, a não ser que haja uma hecatombe, Bélgica e Áustria, havendo particularmente curiosidade para ver como João Nuno Meireles 'arma' os austríacos.

Áustria defronta Portugal esta quarta-feira

Agenda de 18 de Julho (horas locais)

• [gr. A] França vs Suíça, 10h

• [gr. B] Inglaterra vs Holanda, 12h30

• [gr. B] Itália vs Alemanha, 17h30

• [gr. B] Bélgica vs Espanha, 20h

• [gr. A] Austria vs Portugal, 22h

O 'avô' marcou

Serge Berthels ganhara o epíteto de "avô do Europeu" desde que surgiu nos convocados da selecção belga e, esta terça-feira, passou a ser o avô... que marca golos.

Na derrota da Bélgica frente a Inglaterra (14-2), a minuto e meio do final, Berthels recolheu junto à sua área, combinou com um colega e rematou sobre a direita, de pronto e cruzado, para bater Thomas Allander (de 20 anos...), tornando-se o mais "experiente" a marcar num Campeonato da Europa, com um golo aos 52 anos, nove meses e 22 dias. Um recorde que só Berthels poderá bater neste Europeu.

Serge Berthels
Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade