Diário

Hóquei Diário / 3 de Setembro de 2018

Sep 03, 2018

Foto de capa: Svetlana Akimova @ Federació Catalana de Patinatge

A despedida de Navarro e Rocasalbas

Realizou-se este domingo, em Vilafranca, um jogo de homenagem a Marc Navarro e Roger Rocasalbas, que decidiram, aos 36 anos, abandonar a competição.

Navarro e Rocasalbas nunca tiveram os principais palcos do Hóquei em Patins como casa, nem defenderam nenhum emblema “gigante”, mas construíram, pelo seu profissionalismo e inegável qualidade, uma carreira digna de registo a que ficam a faltar mais títulos.

Marc fez o seu percurso pelo Claret de Barcelona, Horta, Cerdanyola, Mataró, Igualada, Maçanet, Vilafranca e Vendrell, enquanto Roger vestiu as camisolas do Palau de Plegamans, Sentmenat, Cerdanyola, Mataró, Vilanova, Vic, Vilafranca e Vendrell.

Marc e Roger jogaram a final da Taça CERS em Barcelos, em 2016.

“Encontraram-se” em 2004 no Cerdanyola e juntos seguiram para o Mataró na temporada seguinte. As carreiras tomaram depois caminhos diferentes, mas voltariam a juntar-se num Vilafranca que, em 2016, chegou à final da Taça CERS, em Barcelos. Rumaram depois dessa época de “conto de fadas” com o técnico Jordi Garcia ao Vendrell. Ali cumpririam as suas duas últimas temporadas. Juntos.

Na homenagem esteve um grupo invejável de atletas, com a selecção catalã, que Marc i Roger orgulhosamente representaram em diversas conquistas, e uma equipa de amigos de ambos.

Pela selecção catalã, alinharam os guarda-redes Gerard Camps e Jaume Llaverola e os jogadores de pista Cristian Rodríguez, Dani Rodríguez, David Càceres, Joan Vàzquez, “Mia” Ordeig e Romà Bancells. Pelos “amigos” jogaram o guarda-redes Lluís Tomàs e os jogadores de pista Edu Fernández, Jordi Galan, Rubén Fernández e Xavi Caldú, bem como o ex-portista Ton Baliu.

Clubes ‘futebolizados’ lideram ranking

O Prof. Fernando Castro divulgou a actualização mensal do seu ranking oficioso de clubes masculinos, com os clubes com forte ligação ao futebol a manterem-se na topo.

Barcelona (2788 pontos), Porto (2684), Sporting (2670) e Benfica (2638) continuam a ocupar os lugares cimeiros, depois de um mês em que, com relevo, se registaram apenas jogos da Lliga Catalana e do Sul Americano de clubes.

A vitória no Sul Americano de clubes vale mesmo a entrada no “top 10” aos argentinos do Leonardo Murialdo, sendo agora nonos, à frente da Oliveirense, que fecha esse lote de 10 mais cotados.

O Reus, em quarto, é o primeiro clube “não futebolizado” do ranking, seguido de Lodi, Óquei de Barcelos e Liceo, que é oitavo.

Favoritos entram a golear

França e Portugal, no grupo A, e Espanha e Itália, no grupo B, entraram no Campeonato da Europa de Sub-17 a confirmarem o seu favoritismo de forma clara.

Os gauleses venceram a Alemanha por 10-1, com cinco golos de Pierre Quintin, enquanto Portugal bateu a sua congénere inglesa por 9-2, num jogo em que o marcador só ficou desequilibrado na recta final. Lucas Santos apontou quatro tentos, todos com elevada “nota artística”.

No grupo B, a Espanha derrotou a Suíça por 12-3, com Oriol Llenas, a conseguir um “poker”, em destaque, ao passo que os anfitriões fecharam o dia com a vitória mais dilatada. A Itália bateu Andorra por 17-1, com Oscar Bonarelli (5) e o capitão Francesco Banini (4) a ficarem, apenas entre eles, à beira da dezena de golos.

Para esta segunda-feira, perspectivam-se novas goleadas.

Resultados de 2 de Setembro

França 10-1 Alemanha

Espanha 12-3 Suíça

Portugal 9-2 Inglaterra

Itália 17-1 Andorra

Agenda de 3 de Setembro

(* horas locais, menos uma em Portugal continental)

15h: França vs Israel

19h: Portugal vs Alemanha

17h: Espanha vs Andorra

21h: Itália vs Suíça

Arrancam os ‘quartos’ na Catalana

Disputam-se hoje em Igualada os dois primeiros jogos dos quartos-de-final da Lliga Catalana.

Para esta segunda-feira estão reservados os embates entre Lleida e Vendrell e entre o Barcelona e o Calafell.

O Lleida perdeu a primeira partida, mas até terminou a vencer o grupo D, ao passo que o Vendrell vem de uma derrota pesada, na sua pista, frente ao Barcelona. Barcelona que, com dois resultados volumosos (4-0 e 1-5), venceu facilmente o grupo A, tendo agora pela frente o Calafell, equipa recém-promovida que surpreendeu a oposição, vencendo o Alcoy e o Igualada.

Agenda de 3 de Setembro

19h: Lleida vs Vendrell

21h: Barcelona vs Calafell

Viareggio pós-Bertolucci

O Viareggio regressa esta segunda-feira ao trabalho com muitas mudanças. Desde logo, pela saída dos irmãos Bertolucci, referências da equipa “bianconera” nos últimos anos.

Para o comando técnico, foi eleito Francesco Dolce, que chega do Sarzana com os jogadores Sergio Festa e Andrea Deinite. A baliza continuará a ser de Emiliano Torre e Leonardo Barozzi, tendo o “Mágico Centro” garantindo também a continuidade do português Reinaldo Ventura, que inicia a sua segunda temporada em Itália, do capitão Nicola Palagi e dos conceituados Fernando Montigel e Davide Gavioli, este já uma certeza apesar da sua juventude. Também é renovada a aposta em Niccolò Puccinelli, Liam Rosi, que está nos trabalhos da selecção de Sub-20, e Luca Lombardi, que está em competição pela “azzurra” de Sub-17.

Mas o destaque, vai necessariamente para o regresso de Jepi Selva. O jogador catalão jogou no Viareggio apenas uma temporada, antes de rumar à Oliveirense em 2016, mas suficiente para conquistar os adeptos “bianconeri” de uma maneira ímpar.

Na pretérita temporada, o Viareggio terminou em quarto na fase regular, caindo depois na “negra” das meias-finais do playoff – a cinco jogos - frente ao Lodi. Para este ano, a equipa recusou o convite para voltar a marcar presença na Liga Europeia, preferindo competir na Taça WSE (ex-Taça CERS), para qual obteve a qualificação desportiva.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade