Notícia

Benfica cumpre, Sporting isola-se à espera de Porto e Oliveirense

Mar 03, 2019

Findos os embates com os outros assumidos candidatos, o Benfica vai cumprindo na sua missão de somar pontos para segurar um lugar na Liga Europeia e, aproveitando eventuais deslizes, poder ainda subir na classificação.

Na Marinha Grande, os pupilos de Alejandro Dominguez entraram a impor velocidade, mas encontraram um lanterna-vermelha que mostrou coesão defensiva, bem suportada pelo guardião Marco Gaspar.

Marco Gaspar, em destaque, nega golo de livre directo a Ordoñez

A solução para marcar estava no banco. A meio da primeira parte, três minutos depois de entrarem em pista, Lucas Ordoñez e Carlos Nicolía combinaram para o tento inaugural do segundo. Um minuto depois, o primeiro desperdiçava um livre directo.

Depois do azul a Filipe Almeida, num arranque de 2019 que ficou marcado pela incapacidade do Benfica marcar em superioridade numérica ao Sporting, as águias mostraram agora mais trabalho de casa, boas movimentações e muitas oportunidades… mas não houve golos.

Aparentemente com a lesão debelada, Nicolía pegou no jogo encarnado

O Benfica, com Nicolía a assumir a condução, era perdulário e tornava-se cada vez mais precipitado. À entrada dos dois minutos finais da primeira parte, ficaram quatro no ataque e Filipe Vaz e Pedro Coelho ficaram sozinhos perante Pedro Henriques. Os dois jogadores, que disputaram juntos o Europeu de Sub-17 em 2006 em Sesimbra, trabalharam para o golo de Coelho, fixando a igualdade ao intervalo.

Pedro Coelho restabeleceu a igualdade

De facto, o Marinhense até poderia ter ido para o descanso em vantagem, dispondo de mais duas situações em superioridade numérica, a aproveitar a falta de foco encarnado. Que se prolongaria nos primeiros – largos - minutos da etapa complementar, atenuado de alguma forma com a entrada de Miguel Vieira.

Miguel Vieira ajudou a melhorar o jogo encarnado, e estava em pista nos dois golos na segunda parte

Aos onze minutos, após lance individual, Gonçalo Domingues, sempre perigoso, atirou ao ferro da baliza à guarda de Pedro Henriques, mas o seguimento do lance sorriria ao Benfica. Com o Marinhense a protestar uma falta, Ordoñez fez o 1-2. E, um minuto volvido, aparecia, não se percebeu muito bem de onde, o 1-3, com a bola a terminar no fundo da baliza de Marco Gaspar, desviada por um companheiro. O golo foi averbado a Diogo Rafael.

Num momento em que o Benfica começava a ganhar confiança no ataque, Albert Casanovas dispôs de uma grande penalidade, mas não conseguiria – em duas tentativas - converter para dar outra tranquilidade no marcador.

Gonçalo Domingues, filho de Nuno Domingues e que representou as águias na formação, foi perigoso, mas faltou-lhe eficácia

Numa pista pequena, em que, com tabelas altas, a bola raramente sai, o ritmo era alto e sem quebras e o Marinhense nunca deixou de procurar o golo. Para os últimos três minutos e meio, Nuno Domingues lançou o chileno Nico Carmona, mas seria novamente Pedro Coelho a dispor de uma excelente oportunidade para marcar. No entanto, na 10ª falta encarnada, Pedro Henriques, determinante ao longo de todo o jogo, segurou a vantagem.

No final do encontro, Alejandro Dominguez estava mais satisfeito com o resultado que com a exibição, ao passo que Nuno Domingues lamentou a falta de eficácia na concretização.

Nas próximas duas semanas, o Benfica joga em três frentes. Recebe o Montreux para a Liga Europeia, fechando a fase de grupos, joga para a Taça em Torres Vedras, frente ao Sporting de Torres (13 de Março), e depois recebe o Óquei de Barcelos, em jogo importante na luta pelo quarto lugar, em Alverca (16 de Março), cumprindo o primeiro de três jogos de interdição.

Para a Taça de Portugal, o Marinhense desloca-se a Alenquer, onde o espera um dos fortes candidatos à subida à I Divisão.

Sporting na frente, à espera de Porto e Oliveirense

O Turquel viajou até ao João Rocha com a lição bem estudada e, apesar de sofrer um golo logo aos três minutos, por Toni Perez, não se desconcentrou. E chegaria à igualdade a oito minutos do intervalo, com o capitão Vasco Luís a bater Zé Diogo, titular na ausência, por castigo, de Ângelo Girão.

No entanto, os leões, focados em não perder pontos, adiantar-se-iam antes do intervalo, com golos de Pedro Gil e Henrique Magalhães, e dilatariam, já na segunda parte para 4-1, por Toni Perez, de grande penalidade.

O Turquel ainda esboçou reacção, com mais um tento de João Souto de alvinegro numa fase da vida em que ora marca, ora assiste medicamente (como foi o caso com Gonzalo Romero), e conseguiu algum equilíbrio, voltando a responder a um golo leonino (Ferran Font) num livre directo de Vasco Luís.

Mas, logo na resposta, Toni Perez, com o seu terceiro no jogo, impunha uma distância de três golos que o Sporting seguraria… até Vítor Hugo entrar em cena.

Com extrema eficácia, Vítor Hugo marcou quatro (de cinco) golos em dois minutos

O avançado que se diz estar de saída no final da temporada foi de uma eficácia extrema nos cinco minutos finais de jogo. Ou, ainda mais detalhadamente, em dois. Entre o 45º e o 47º minuto, Vítor Hugo assinou nada menos que quatro golos. E ainda marcaria mais um, a fechar as contas dos leões.

No desnorte do Turquel e no deslumbre do Sporting, Pedro Batista até marcou dois golos – incluindo o que fechou as contas num pesado 12-5 -, mas que pouco amenizaram uma recta final de partida de pesadelo para João Simões.

A jornada fecha este domingo, com o jogo grande entre Porto e Oliveirense, a procurarem não deixar fugir os leões, líderes com mais uma partida realizada. Com arbitragem de Rui Torres e José Pinto, a partida tem transmissão em directo e simultâneo na TVI24 e Porto Canal.

Nove na luta pela manutenção

Matematicamente, ainda com 21 pontos em disputa, nem o Óquei de Barcelos – que venceu o Paço de Arcos por 3-1, com Ruben Sousa a bisar - estará a salvo. Mas a luta pela manutenção na divisão maior é real para nove das 14 equipas, dado que, do Paço de Arcos, primeiro abaixo da linha de água, ao 6º, Braga, vão apenas sete pontos…

Nesta “guerra”, merecem destaque, nesta jornada, Braga e Oeiras.

A equipa da Linha venceu em Valongo por 2-5 e saltou da linha de água para o 9º lugar, com o argentino “Tato” Ferruccio a assinar um poker. O Valongo fica apenas um ponto acima da zona de despromoção, numa posição que não se adivinhava no lançamento da temporada.

“Tato” marcou quatro na vitória do Oeiras em Valongo

O Braga cumpriu perante o seu público, frente a outra equipa a quem – tal como ao Valongo - se anteviam outros voos. Depois de ter vencido o Porto, o Tomar sucumbiu no Pavilhão das Goladas por 7-3, num jogo que marcou o regresso de Juanjo Garcia após quatro jogos de castigo. O jogador espanhol assinalou o seu regresso com um golo.

Os bracarenses, com 24 pontos, lideram – para lá dos cinco primeiros - a corrida à manutenção, tendo descolado de Riba d’Ave e Juventude de Viana.

Em dérbi minhoto, Riba d’Ave e Juventude de Viana empataram no Parque das Tílias a quatro. Os vianenses estiveram a vencer por dois em três momentos (0-2, 1-3 e 2-4), mas a equipa de Riba d’Ave, principalmente perante o seu entusiasta público, nunca baixa os braços e conseguiu a divisão de pontos. O campeão do Mundo de Sub-20 Tomás Pereira marcou três golos para os da casa.

Feitas as contas, na zona vermelha da classificação estão agora Marinhense (10 pontos), Tomar (14) e Paço de Arcos (17). Os embates da próxima jornada (após a Taça de Portugal) entre Oeiras e Turquel, Tomar e Marinhense, Paço de Arcos e Riba d’Ave, e Juventude de Viana e Valongo serão muito importantes para as contas finais.

19ª jornada

• Sporting 12-5 Turquel

• Braga 7-3 Tomar

• Marinhense 1-3 Benfica

• Valongo 2-5 Oeiras

• Riba d’Ave 4-4 Juventude de Viana

• Óquei de Barcelos 3-1 Paço de Arcos

• Porto vs Oliveirense • 3.Mar, 18h

Classificação

1º Sporting (46 pontos), 2ºs Porto*, Oliveirense* (43), 4º Benfica (38), 5º Óquei de Barcelos (35), 6º Braga (24), 7ºs Riba d’Ave e Juventude de Viana (22), 9º Oeiras (20), 10º Turquel (19), 11º Valongo (18), 12º Paço de Arcos (17), 13º Tomar (14), 14º Marinhense (10)

(* com menos um jogo)

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade