Notícia

Portugal (e Renato Garrido) entram a vencer em Montreux

Apr 17, 2019

Portugal estreou-se na 68ª edição da Taça das Nações com uma vitória por 9-4 sobre a sua congénere suíça.

Ângelo Girão, Hélder Nunes, Henrique Magalhães, Gonçalo Alves e João Rodrigues. Foi este o primeiro cinco de Renato Garrido à frente da selecção portuguesa.

Portugal adiantou-se com quatro minutos decorridos, por Gonçalo Alves, no seguimento de uma falta. De resto, seria de bola parada que a selecção portuguesa construiria a sua vantagem inicial. Gonçalo bisou – de grande penalidade – e Hélder Nunes fez o terceiro, de livre directo.

Logo após o terceiro tento luso, Renato completou a rotação dos jogadores de pista, com a entrada de Miguel Vieira depois de já terem entrado – de uma assentada – Telmo Pinto, Rafa e Jorge Silva. Antes do intervalo, o quarto golo português surgiria de um belo lance de entendimento entre Vieira e Jorge Silva, que, para a Liga Europeia, entre Benfica e Oliveirense, passaram muito tempo a lutar por espaço.

Gonçalo Alves (quatro), Hélder Nunes e Miguel Vieira (dois cada) e João Rodrigues marcaram os golos portugueses.

Na etapa complementar, Nelson Filipe rendeu Ângelo Girão na baliza e seria vítima de uma Suíça mais liberta. Lorenzo Rui por duas vezes e Gian Rettenmund bateram o guarda-redes do Porto em três ocasiões, reduzindo, com oito minutos cumpridos, para… 6-3. Entretanto, Miguel Vieira e Hélder Nunes também tinham marcado, em minutos com muitos golos.

A partida como que adormeceu. E ainda mais a selecção portuguesa. A 11 minutos do fim, Marzio Vanina reduzia para 6-4, numa altura em que Portugal parecia já pensar no resto do torneio. A Suíça, moralizada, era atrevida, mas não lograria voltar a marcar. Duas grandes penalidades - a sete e a cinco minutos e meio do fim - convertidas por Gonçalo Alves tranquilizaram os portugueses e João Rodrigues fechou a contagem já no último minuto.

Na segunda jornada, esta quinta-feira, Portugal defronta Angola a partir das 18h, com transmissão em directo no Porto Canal.

Angola bate Espanha, Argentina e França goleiam

No outro jogo do grupo A, Angola registou uma vitória histórica sobre a Espanha. Depois de em 2015 ter obrigado “La Roja” a um prolongamento no Campeonato do Mundo, a selecção africana venceu por 3-4 a armada que, afinal, não é invencível.

Alejandro Dominguez elegeu para esta Taça das Nações uma selecção jovem, mas tal não deslustra o triunfo da equipa orientada por Fernando Fallé. Os espanhóis até estiveram a vencer por 3-1, mas Angola empataria ainda na primeira parte. E selaria a vitória na etapa complementar, com o terceiro tento do experiente Martin Payero e sem que o guarda-redes Francisco Veludo consentisse qualquer golo.

Martin Payero marcou por três vezes na (histórica) vitória angolana sobre a Espanha

No grupo B, duas goleadas.

A França venceu Montreux por 8-1, com Antoine Le Berre, jogador do Lloret (da OK Liga), em destaque ao rubricar um hat-trick, enquanto o português Tiago Sousa apontou o tento de honra do clube anfitrião.

A Argentina venceu a Itália por 6-2. Carlos Nicolía e Matias Pascual bisaram, enquanto Platero e Ordoñez assinaram os outros golos da albiceleste de “Negro” Paez. Na jovem equipa italiana de Massimo Mariotti, marcaram Muglia e Banini.

Grupo A – Samaranch

Jogos

• Espanha 3-4 Angola

• Portugal 9-4 Suíça

• Suíça vs Espanha • 18.Abr • 16h

• Angola vs Portugal • 18.Abr • 18h

• Suíça vs Angola • 19.Abr • 14h

• Portugal vs Espanha • 19.Abr • 20h

Classificação

1º Portugal (3 pontos), 2º Angola (3), 3º Espanha (0), 4º Suíça (0)

Grupo B – Livramento

Jogos

• Argentina 6-2 Itália

• França 8-1 Montreux

• Itália vs França • 18.Abr • 14h

• Montreux vs Argentina • 18.Abr • 20h

• Itália vs Montreux • 19.Abr • 16h

• Argentina vs França • 19.Abr • 18h

Classificação

1º França (3 pontos), 2º Argentina (3), 3º Itália (0), 4º Montreux (0)

(* horas de Portugal continental)

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade