Notícia

Portugal vence Taça das Nações

Apr 21, 2019

Fotos: Gordon Morrison para Taça das Nações

Portugal venceu a 68ª edição da Taça das Nações, derrotando na final a Argentina por 5-3.

Na reedição da final de 2017, Portugal procurou cedo evitar o negativo desfecho da 67ª edição. Muito cedo, após uma bela triangulação, Henrique Magalhães inaugurou o marcador, para Rafa ampliar aos nove minutos, antes que a Argentina tivesse dado um ar da sua graça.

Portugal controlava, mas, contra a corrente do jogo, Lucas Ordoñez reduziria, de livre directo, a surpreender Ângelo Girão, de regresso à baliza depois de dois jogos com Nelson Filipe a assegurar a chegada à final.

A Argentina procurava reentrar no jogo, mas, sem Matías Pascual, a tarefa esbarrava na bem organizada selecção portuguesa. A seis minutos do intervalo, Gonçalo Alves fez o 3-1 com que se recolheria aos balneários.

A segunda parte regressou com uma Argentina diferente, mais vertical e determinada. No corolário desse melhor momento, facilitado pela gestão portuguesa da vantagem adquirida, Lucas Ordoñez assinou mais dois golos, restabelecendo a igualdade no fechar dos primeiros 12 minutos.

Logo de seguida, o atacante do Benfica, goleador máximo desta Taça das Nações, dispôs de novo livre directo. Mas, optando desta feita pela sua tradicional picadinha, não surpreendia o rival – de selecções e clubes - Ângelo Girão.

A nega do guarda-redes luso à reviravolta e o segundo azul a Ordoñez repôs a ordem no jogo da selecção de Renato Garrido. Gonçalo Alves não concretizou o livre directo, mas Portugal foi mais tranquilo no “jogo das faltas” e, à 10ª argentina, João Rodrigues faria o 4-3 a quatro minutos do fim. E, dois minutos volvidos, o capitão português – único jogador das duas selecções a entrar em pista que não disputa o campeonato português – faria, aproveitando a vantagem numérica, o 5-3 num remate de primeira, a bater Constantino Acevedo.

A “maldição” de Montreux

O triunfo luso, no primeiro desafio de Renato Garrido, lança um desafio ainda maior.

Em 2007, a Espanha venceu a Taça das Nações, regressando a Montreux nesse mesmo ano para conquistar o Campeonato do Mundo. E não mais a selecção vencedora da Taça das Nações, tido como o grande teste para o Mundial, voltaria a levantar o ceptro máximo.

À sexta e com Renato Garrido, caberá a Portugal quebrar a maldição?

Grupo A – Samaranch

Jogos

• Espanha 3-4 Angola

• Portugal 9-4 Suíça

• Suíça 1-10 Espanha

• Angola 2-4 Portugal

• Suíça 4-11 Angola

• Portugal 4-4 Espanha

Classificação

1º Portugal (7 pontos), 2º Angola (6), 3º Espanha (4), 4º Suíça (0)

Grupo B – Livramento

Jogos

• Argentina 6-2 Itália

• França 8-1 Montreux

• Itália 9-2 França

• Montreux 1-5 Argentina

• Itália 4-1 Montreux

• Argentina 6-0 França

Classificação

1º Argentina (9 pontos), 2º Itália (6), 3º França (3), 4º Montreux (0)

Meias-finais

1º ao 4º lugares

• Portugal 3-2 Itália

• Argentina 4-3 Angola

5º ao 8º lugares

• Espanha 10-1 Montreux

• França 9-2 Suíça

Finais

7º e 8º lugares

• Suíça 2-4 Montreux

5º e 6º lugares

• Espanha 2-4 França

3º e 4º lugares

• Itália 7-1 Angola

Final

• Argentina 3-5 Portugal

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade