Notícia

Marinhense ataca II Divisão com reforços de além-fronteiras

Jun 24, 2019

O Marinhense tem o plantel fechado para a próxima temporada, com um objectivo de consolidação e, se possível, atacar a subida. “O ano passado o clube terá tido a ideia de que a manutenção na I Divisão poderia ser mais simples… Agora trabalhamos para regressar mais fortes à I Divisão”, conta-nos Nuno Domingues, treinador da equipa da Embra.

Nuno Domingues chegou ao comando técnico do Marinhense no final de Janeiro – substituindo Tiago Sousa, obreiro da subida – e não conseguiu evitar a despromoção. Era o regresso à II Divisão apenas um ano depois.

Agora, a equipa da cidade vidreira reinventa-se. Do plantel da temporada passada ficam apenas o guarda-redes Marco Gaspar e os jogadores de pista David Costa (o único que esteve na campanha da subida em 2017/18), Gonçalo Domingues e Nicolás Carmona. E há uma aposta deliberada em estrangeiros.

Nico Carmona esteve em destaque na I Divisão e continuará no Marinhense

“Vêm três, mas até podiam vir quatro… é uma questão de qualidade, mas também económica”, explica-nos Nuno Domingues. “Para trazermos um jogador português, pedem-nos muito. Para vir alguém de Lisboa, temos de garantir transporte e depois não podemos treinar às 18h porque vem de Lisboa. E não podemos treinar às 21h30 porque depois tem de voltar para Lisboa”, detalha.

Ao chileno “Nico” Carmona, melhor marcador da equipa, com 23 golos na I Divisão, junta-se o compatriota Angel Vera (22 anos), dos asturianos do Pantilon. “Não conseguimos ter muito material para observação, mas vem recomendado pelo Nico”, ressalva.

Já o espanhol Carlos Cantò (20 anos), que no ano passado disputou o campeonato gaulês, e o argentino Juan Cruz (25 anos) estão bem referenciados. Em particular o jogador das pampas, mais experiente, que em Dezembro conquistou o Pan-Americano pela sua selecção. “Falei com o Dario Gimenez [Valdagno] e o Mathias Arnaez, em busca de um bom atacante, e não hesitaram em apontar o Juan Cruz”, afirma o técnico, confiante na afirmação das suas apostas. “Quando o Mena e o Tato do Oeiras chegaram, também ninguém sabia quem eles eram”, comenta.

Juan Cruz defrontou o Benfica (e marcou um golo) na Intercontinental em 2017

A contrapor, para completar o plantel chegam dois jovens valores nacionais. Miguel Vicente (20 anos) foi, ao serviço do Turquel, o Sub-20 nacional mais profícuo, com 54 golos, ao passo que Manuel Neves (19 anos) assinou 30 golos pelo Tomar. De resto, a juventude será uma marca desta equipa, em que apenas Gaspar (31 anos) e Carmona (29) têm mais de 25 anos.

O regresso ao trabalho do Marinhense está previsto para o final de Agosto, com uma longa pré-época até ao arranque da II Divisão – em que, pelas “contas” de Nuno Domingues, a equipa ficará na Zona Norte – a 12 de Outubro.

Marinhense 2019/20

Guarda-redes

Marco Gaspar e Rodrigo Santos (ex-Leiria e Marrazes)

Jogadores de pista

Angel Vera (ex-Pantilon), Carlos Cantó (ex-Merignàc), David Costa, Gonçalo Domingues, Juan Cruz (ex-Andes Tallares), Manuel Neves (ex-Tomar), Miguel Vicente (ex-Turquel) e Nicolas Carmona

Treinador

Nuno Domingues

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade