Notícia

Porto vence com «remontada» épica

Nov 23, 2014

O Porto garantiu este sábado a liderança do grupo D da Liga Europeia no final da primeira volta com uma vitória suada em El Vendrell.

Apesar de estar longe da dinâmica que o ano passado lhe valeu a primeira presença numa “Final Four” da Liga Europeia, o Vendrell surpreendeu o Porto no início da partida e da segunda parte, fazendo os dragões correr atrás do resultado ao longo de todo o jogo.

Sergi Miras abriu as “hostilidades” ainda não estavam decorridos dois minutos e meio e aos cinco minutos o Vendrell já vencia por 2-0. A resposta veio do banco. Meia parte cumprida, Hélder Nunes entrou para marcar instantes depois o primeiro golo de um poker determinante.

Caio ultrapassa o jovem Guillem Fox

A equipa de Pere Varias chegou ao 3-1 mas, também vindo do banco, Rafa reduziu para a diferença mínima antes do intervalo. De resto, os jovens Hélder Nunes e Rafa, com uma vontade extra, empurraram a sua equipa para uma “remontada” que nos 10 minutos finais teria contornos de histórica.

O arranque da segunda parte foi em tudo parecido com o início da partida mas ainda mais penalizador para o Porto. Aos sete minutos, o Vendrell tinha disparado para 6-2 e a 10 minutos do final, Jordi Creus, da marca de livre directo, teve oportunidade de fazer o 7-2. Edo Bosch defendeu e na resposta Caio disparou forte ao ferro para Hélder Nunes, na recarga, apontar o 6-3. Foi o momento de viragem do jogo.

Lluis Ferrer fez o 7-3 mas o Porto ainda tinha muito para dar

No mesmo minuto, Lluis Ferrer ainda fez mesmo o sétimo dos anfitriões mas Jorge Silva marcou na jogada seguinte, embalando o Porto para cinco golos em cinco minutos. A reviravolta foi consumada a quatro minutos do final, com Hélder Nunes a fazer o 7-8, mas o Vendrell ainda teve uma última oportunidade de reagir. A dois minutos do derradeiro apito, Miras atirou ao ferro na transformação de uma grande penalidade, e viu Caio selar as contas da partida a meio minuto do fim, dando o melhor seguimento a um grande passe de Ricardo Barreiros.

No final da partida, o HóqueiPT ouviu os treinadores Tó Neves e Pere Varias e o jogador “rojinegro” Jordi Creus.

A jornada

No outro jogo do grupo D, os franceses do La Vendeenne bateram o Valdagno por 6-4, isolando ainda mais os dragões no primeiro lugar. A equipa de Tó Neves conta nove pontos, mais seis que as outras três equipas.

No grupo A, os favoritos Benfica e Barcelona venceram nas deslocações, respectivamente, a Quevert (5-8) e Bassano (3-6) e somam sete pontos na liderança do grupo. Se voltarem a vencer na próxima jornada, em que repetem os adversários mas agora em casa, ficam desde logo apurados para os quartos-de-final.

No grupo B, o Valongo ofereceu boa réplica mas perdeu 3-2 em Vic, frente a uma equipa que está a realizar um excelente campeonato em Espanha e que lidera na Liga Europeia a par dos italianos do Breganze com sete pontos. Os italianos venceram em Geneve mas a equipa de Pedro Alves esteve perto de surpreender, acabando derrotada pela diferença mínima (5-6).

No grupo C, não há maneira da Juventude de Viana ganhar. Depois de derrotas frente a Forte e Liceo, os vianenses procuravam a primeira vitória na Alemanha. Mas, frente a um Herringen muito concretizador (a terceira equipa mais concretizadora da Liga Europeia, agora com 20 golos), não foram além de um empate… a oito.

Jogos relacionados

CE Vendrell
7 : 9
22 Nov 20h00
FC Porto

Provas relacionadas

Liga Europeia - Fase de grupos
Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade